Voto antecipado nas europeias teve abstenção de 24%

  • Lusa
  • 20 Maio 2019

Quase 15 mil pessoas votaram antecipadamente e só 24% dos que se inscreveram é que faltaram à chamada, um número animador para este tipo de eleições.

Inscreveram-se 19.584 eleitores no voto antecipado das europeias e só 4.675 acabou por faltar à chamada, número que representa uma afluência de 76% e uma novidade positiva neste tipo de ato eleitoral. Os dados foram enviados à Lusa pelo Ministério da Administração Interna (MAI).

De acordo com o MAI, o número total de eleitores que exerceram o voto antecipado em Portugal continental e nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores é de 14.909.

Alguns segmentos da população já podiam votar antecipadamente, mas uma das novidades introduzidas neste ato eleitoral é o alargamento dessa possibilidade a todos os portugueses recenseados em território nacional, os quais não precisam de justificar o motivo. O ministério tutelado por Eduardo Cabrita também adiantou que houve uma afluência às urnas de voto de 76%, de um total de 19.584 pedidos de sufrágio antecipado em mobilidade.

Lisboa foi o distrito onde mais pessoas votaram antecipadamente (5.871) — apesar de apenas 68% dos 8.595 inscritos terem comparecido para votar –, seguido pelo Porto (2.293) e Coimbra (943). Em relação às regiões autónomas, a ilha da Madeira foi aquela onde mais pessoas votaram antecipadamente (410), seguida pela ilha de São Miguel (272), nos Açores.

As pessoas que votaram antecipadamente em mobilidade representam 0,16% dos portugueses recenseados em território nacional, de um total de 9.329.331 eleitores.

Os restantes 4.675 eleitores que pediram para votar antecipadamente, mas que não exerceram no domingo o direito de voto, ainda o poderão fazer no próprio dia das eleições europeias, 26 de maio, na assembleia ou secção de voto onde se encontram recenseados, segundo a informação disponível no site da Comissão Nacional de Eleições (CNE).

Os eleitores com capacidade eleitoral ativa são 10.761.156 — em Portugal e no estrangeiro –, quando nas anteriores eleições para o Parlamento Europeu, em maio de 2014, eram 9.696.481.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Voto antecipado nas europeias teve abstenção de 24%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião