EDP sobe mais de 2% e puxa pela bolsa de Lisboa

Lisboa encerrou a semana animadas, sobretudo graças aos títulos da EDP, que somaram mais de 2%, e às ações do BCP, que valorizaram mais de 1%.

A bolsa portuguesa terminou a última sessão da semana em terreno positivo, fortemente impulsionada pelos ganhos registados pela EDP, que valorizou mais de 2%. O BCP também ajudou aos ganhos, ao avançar mais de 1%. Apenas quatro das 18 empresas cotadas no PSI-20 encerraram a sessão desta sexta-feira em queda.

O PSI-20 avançou 0,78% para 5.097,28 pontos, enquanto o Stoxx 600 somou 0,51% para 375,71 pontos. Em França, o CAC valorizou 0,67% e, na Alemanha, o DAX ganhou 0,43%. Já o britânico FTSE avançou 0,60%, no dia em que Theresa May anunciou a sua demissão do cargo de primeira-minisitra do Reino Unido.

Por cá, foi a EDP que deu o grande impulso aos ganhos registados na praça lisboeta. A empresa liderada por António Mexia terminou a negociação a valorizar 2,05% para 3,33 euros, tendo sido mesmo a “estrela” da sessão.

Destaque também para o BCP, que somou 1,16% para 0,2535 euros, depois de os juros da dívida portuguesa a dez anos terem atingido, esta sexta-feira, um novo mínimo de sempre e abaixo do patamar de 1%. Isto no dia em que a Fitch faz uma nova avaliação do rating da dívida nacional. Os especialistas antecipam que possa mudar o outlook de “estável” para “positivo”.

O setor do retalho também ajudou aos ganhos. A Jerónimo Martins valorizou 1,98% para 13,68 euros, enquanto a Sonae somou 1,75% para 0,9015 euros.

Do outro lado, a evitar ganhos maiores em Lisboa, esteve a Corticeira Amorim, que recuou 2,46% para 10,32 euros, e os CTT, que desvalorizaram 1,22% para 2,27 euros.

Comentários ({{ total }})

EDP sobe mais de 2% e puxa pela bolsa de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião