PAN pronto para estar ao lado do PS num registo de geringonça, mas “nunca num registo de Governo”

O PAN admite a hipótese de formar uma geringonça com o PS, assumindo o papel de "influenciar quem está no poder, quem ganha as eleições". André Silva diz que resultado nas Europeias era "expectável".

O líder do Partido Animais Natureza (PAN) não descarta a hipótese de formar uma geringonça com o PS depois dos resultados das eleições europeias deste domingo. Em entrevista à SIC, André Silva explicou que o papel do partido é o de “influenciar o poder”. Nesse sentido, admita a hipótese de um “registo de geringonça”, mas “nunca num registo de Governo”.

À semelhança de outros líderes políticos, também André Silva começou por se mostrar “surpreendido” com o nível de abstenção nestas eleições e com o facto de “as pessoas desistirem da democracia”. Já sobre a “vitória” alcançada pelo partido, diz que era “expectável”. “Sabíamos que não era fácil, mas que era possível.”

O PAN não está disponível para estar décadas e décadas no Parlamento para fazer o papel de partido da oposição, como muitas vezes vimos. Nós devemos ser construtivos, mesmo que não contemos para a matemática parlamentar, como foi agora”, disse o líder do PAN, quando questionado sobre a possibilidade de formar uma geringonça com os socialistas caso estes vençam as legislativas de outubro.

“Um partido político serve para ocupar uma posição de poder ou para influenciar o poder. E esse é o papel do PAN neste momento, como os portugueses têm visto ao longo destes quatro anos. E é aquilo que queremos continuar a fazer, com mais força e mais expressão. Influenciar quem está no poder, quem ganha as eleições… num registo de geringonça, nunca num registo de Governo“, continuou.

Isto porque, explicou André Silva, “o PAN não está preparado para assumir uma posição de solução de ocupação de lugares no Governo. Não é esse o papel do PAN. O papel do PAN é claramente desde 2015, e temos cumprido, continuar a influenciar as forças políticas no Governo e, se os portugueses quiserem continuar a confiar no PAN para que se concretizem estas alterações, fá-lo-emos e queremos assumir essa responsabilidade”.

O PAN elegeu este domingo um deputado para representar o país no Parlamento Europeu e, como explicou André Silva, o foco será a defesa do planeta. “Uma das propostas que vamos fazer juntamente com Os Verdes é forçar os principais blocos europeus que não têm maioria absoluta a convergir com as nossas políticas e que se declare emergência climática.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PAN pronto para estar ao lado do PS num registo de geringonça, mas “nunca num registo de Governo”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião