Sem consenso em torno de Weber, Conselho deve procurar personalidade “que tenha experiência”

Caso não haja consenso para o candidato do PPE, deverá procurar-se consenso em torno de uma personalidade que tenha experiência, sugere Durão Barroso.

Durão Barroso defende que se o nome de Manfred Weber para próximo presidente da Comissão Europeia não reunir consenso entre os vários partidos políticos europeus, o Conselho Europeu deverá procurar “um consenso em torno de uma personalidade” que já tenha tido experiência política a nível nacional.

“É uma pessoa encantadora […], tem imensas qualidades. Dito isto, é verdade que não tem experiência governativa, como tiveram experiência governativa, até agora, os presidentes da Comissão”, afirmou Durão Barroso, à margem das Conferências do Estoril.

Weber é um dos spitzencandidaten (candidatos principais) e o nome indicado pelo PPE, o partido mais votado destas europeias, para a liderança daquela instituição. No entanto, o nome não tem reunido consenso: apesar de não ser exigida por lei, a oposição tem apontado o facto de Weber não ter tido experiência política no país de origem, isto é, na Alemanha.

“Os últimos têm sido todos ex-primeiros-ministros. Por isso, compreendo o argumento da experiência política governativa. Não está em nenhuma lei, mas é um argumento importante”, apontou o ex-presidente da Comissão Europeia e ex-primeiro-ministro português. “Por isso, no caso de não haver consenso para o candidato do PPE, deverá procurar-se um consenso em torno de uma personalidade que tenha experiência”, referiu.

Por isso, no caso de não haver consenso para o candidato do PPE, deverá procurar-se um consenso em torno de uma personalidade que tenha experiência.

Durão Barroso

Mais sobre o ex-presidente da Comissão Europeia

Durão Barroso sublinhou, ainda assim, ver como um “erro do ponto de vista europeu” se o partido mais votado fosse “atirado para a oposição”. “Esperava-se que o cabeça de lista da força mais votada fosse indicado pelo Conselho Europeu para presidente da Comissão Europeia”, afirmou.

Durão Barroso concluiu, afirmando ter reunido recentemente com a chanceler alemã Angela Merkel, a quem recomendou que o processo de escolha dos líderes das várias instituições europeias seja célere e esteja concluído antes de outubro. “Em outubro dá-se o Brexit. Seria muito mau, ao mesmo tempo, termos toda a divisão e incerteza gerada pelo Brexit e ainda a questão da sucessão inconstitucional”, recomendou Durão Barroso.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sem consenso em torno de Weber, Conselho deve procurar personalidade “que tenha experiência”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião