CTT cancelam encerramento de estações. Novo CEO anuncia reabertura de lojas

  • ECO
  • 12 Junho 2019

O anúncio foi feito por João Bento, novo presidente do conselho de administração da empresa, em audição no Parlamento esta quarta-feira.

Os CTT – Correios de Portugal vão travar o fecho de mais estações. A notícia é avançada pelo Dinheiro Vivo que cita João Bento, o novo presidente do conselho de administração da empresa, que está a ser ouvido no Parlamento nesta quarta-feira. O responsável anunciou ainda aos deputados a reabertura de lojas dos CTT que tinham sido encerradas noutros concelhos do país.

“Havia um conjunto de lojas para fechar cuja viabilidade económica era inexistente. A minha primeira prioridade é a proximidade aos clientes, todo o povo português. Está decidido: interrompemos o processo de fecho de lojas. Não vai haver mais encerramento de lojas”, anunciou João Bento na comissão parlamentar de Economia, Inovação e Obras Públicas.

Havia um conjunto de lojas para fechar cuja viabilidade económica era inexistente. A minha primeira prioridade é a proximidade aos clientes, todo o povo português. Está decidido: interrompemos o processo de fecho de lojas. Não vai haver mais encerramento de lojas.

João Bento

Presidente do conselho de administração dos CTT

O presidente da Comissão Executiva dos CTT adiantou que na decisão de não fazer mais encerramentos há apenas um caso em que persistem dúvidas pelo facto de haver um município e uma freguesia muito empenhados em ocupar o espaço dos CTT. “Esta será a única exceção a esta decisão de não fazer mais encerramentos”, referiu João Bento para assinalar que esse desfecho está dependente de se conseguir chegar a acordo com o município em causa.

Este anúncio foi feito naquela que é a primeira intervenção pública de João Bento após substituir Francisco Lacerda no comando dos destinos dos CTT a 22 de maio deste ano.

No início de 2019, a Anacom, a autoridade das comunicações, tinha adiantado que os CTT iriam deixar mais 15 concelhos em Portugal sem estações de correios. Atualmente, há 33 concelhos sem estações. É o caso de Pedrógão Grande, Gavião, Mondim de Basto ou Fornos de Algodres. A Anacom já tinha denunciado que os CTT voltaram a falhar indicadores de qualidade em 2018, o que levou a que 6,5 milhões de cartas chegassem ao destino demasiado tarde.

Mas João Bento disse mais. “Vamos iniciar o processo de reabertura de lojas em concelhos que ficaram sem estações. Os dois primeiros casos serão divulgados nas próximas semanas”, referiu o novo CEO da empresa dos Correios.

O recuo das decisões da anterior administração liderada por Francisco de Lacerda surgem no mesmo dia em que foi conhecida a convocação de uma greve de trabalhadores dos CTT. Esta está marcada para 5 de julho, com os trabalhadores dos CTT a exigirem a contratação de mais pessoas, mas contestando também o encerramento de estações de correios.

(Notícia atualizada às 19h55 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

CTT cancelam encerramento de estações. Novo CEO anuncia reabertura de lojas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião