Entre Audis e certificados, Fatura da Sorte já premiou mais de 300 contribuintes

Sorteio que tem o objetivo de combater a evasão fiscal já se realiza há cinco anos. Esta quinta-feira anda à roda o primeiro sorteio extraordinário do ano, no qual são atribuídos três prémios.

Já foram premiados 305 contribuintes com a Fatura da Sorte, ao longo de cinco anos. O primeiro sorteio do concurso, lançado com o objetivo de combater a evasão fiscal, aconteceu em abril de 2014, altura em que eram oferecidos automóveis da marca Audi. Desde abril de 2016 os vencedores passaram a receber Certificados do Tesouro.

Todas as semanas se sorteia um prémio no valor de 35 mil euros, para um contribuinte, e realizam-se também sorteios extraordinários duas vezes por ano, em junho e dezembro. O primeiro sorteio extraordinário da Fatura da Sorte de 2019 vai então realizar-se nesta quinta-feira, onde, para além do prémio habitual do sorteio semanal, vão ser atribuídos três prémios no valor de 50 mil euros cada.

No sorteio extraordinário são contemplados três contribuintes com prémios no valor de 50 mil euros.

Vão a sorteio os contribuintes que pedem fatura com número de identificação fiscal (NIF) no mês correspondente, sendo que no sorteio extraordinário são contabilizadas as faturas do semestre em que o mês se inclui (neste caso de janeiro a junho). A cada fatura é atribuído um cupão, e para o sorteio extraordinário de junho vão a concurso 2.879.423.849 cupões, de acordo com o Portal das Finanças.

Estes prémios chegam na forma de “Certificados do Tesouro Poupança Crescimento”, que são títulos da dívida pública de médio e longo prazo, que apresentam uma taxa anual nominal bruta média de 1,39%, mas que pode aumentar em função do crescimento da economia nacional.

Foi o Governo de António Costa que optou por estes certificados em vez dos automóveis, com o objetivo de transmitir o hábito de poupar às famílias portuguesas e não uma prática consumista, que poderia ser passada com os carros.

Os contribuintes já contemplados com um prémio estão espalhados pelos diferentes distritos do Continente e Ilhas, sendo que os últimos vencedores do concurso que se realiza todas as semanas são de Vila Real, Guarda e Sintra. Já no último sorteio extraordinário, em dezembro do ano passado, a Fatura da Sorte saiu em Castelo Branco, Barcelos e Vila Nova de Famalicão.

Para este ano, de acordo com o artigo publicado em Diário da República em março, está previsto que o sorteio irá contemplar os contribuintes com um montante total de 1,6 milhões de euros. Já para o primeiro trimestre de 2020 o valor total previsto para a Fatura da Sorte é de 455 mil euros.

Comentários ({{ total }})

Entre Audis e certificados, Fatura da Sorte já premiou mais de 300 contribuintes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião