Como alimentar o boom do turismo? Está nas bancas a nova Pessoas

  • Pessoas
  • 18 Julho 2019

É no crescimento que reside também um dos maiores desafios turismo: torná-lo tão sexy dentro de portas como é fora. A nova Pessoas analisa à lupa o setor em Portugal.

Primeiro foram os jornais internacionais. Depois os visitantes de fim de semana. Agora, turistas que ficam mais tempo e se demoram, viajam além de Lisboa e do Algarve, conhecem o país, falam dele ao mundo. Nunca houve tantos turistas em Portugal: depois de um ligeiro abrandamento nos últimos meses de 2018, as receitas do turismo voltaram a crescer 9,6% em abril, para 331,5 milhões de euros, à boleia dos turistas espanhóis e da Páscoa.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística, o alojamento turístico recebeu 2,3 milhões de hóspedes e 5,8 milhões de dormidas no quarto mês do ano, valores que representam aumentos de 9,1% e 9,5%, face ao período homólogo. E isto faz com que, ao longo dos anos — e com base na procura — a oferta aumente. Em dezembro, o Diário de Notícias antecipava que, em 2019, deveriam abrir 65 novos hotéis, 23 dos quais em Lisboa e 17 no norte do país.

É nessa necessidade que reside também um dos maiores desafios do setor: tornar o turismo tão sexy dentro de portas como é fora. E atrair, além de turistas em maior número e com crescente poder de compra, mais e melhor talento para tratar de fazer crescer o turismo de forma sustentável não só a nível económico como social e ambientalmente.

“Turismo: como alimentar este boom?” é o tema de capa da 3.ª edição da revista Pessoas de julho/agosto que já está nas bancas. No especial, a Pessoas analisa os melhores salários, dá a conhecer as funções mais procuradas pelo setor, revela os cursos mais desejados e ainda faz um retrato do setor com opiniões de alguns dos mais relevantes players nacionais.

Mas há mais: fomos conhecer a genuína preocupação de crescimento da Pipedrive, espreitámos a mesa de trabalho de Catarina Tendeiro no grupo Ageas e fomos visitar, em primeira mão, a nova sede da Microsoft Portugal, guiados pela diretora-geral da empresa, Paula Panarra. Entretanto, damos também a conhecer companhias que pagam as férias aos trabalhadores, o segredo de Portugal para atrair serviços partilhados de grandes empresas e a forma como a Beta-i está a dar um empurrão à inovação nos negócios. Não perca a nova Pessoas, já nas bancas, ou assine a revista aqui.

Comentários ({{ total }})

Como alimentar o boom do turismo? Está nas bancas a nova Pessoas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião