Em atualização Portugal pede ajuda a Espanha no combate aos incêndios

Portugal solicitou ajuda e Madrid disponibilizou imediatamente dois aviões pesados anfíbios para combater as chamas em Vila de Rei. Está previsto que entrem em ação já esta segunda-feira.

O Ministério da Administração Interna solicitou ajuda a Espanha no combate os incêndios que estão a afetar a região centro do país. De acordo com o comunicado enviado esta segunda-feira às redações, Madrid disponibilizou “de imediato” dois aviões pesados anfíbios, sendo que estes deverão dirigir-se para o incêndio de Vila de Rei ainda durante esta tarde.

Face aos incêndios que ainda lavram com grande intensidade e fustigam o distrito de Castelo Branco a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) autorizou também esta segunda-feira que três dos helicópteros pesados Kamov voltem a operar no combate aos incêndios, confirmou à agência Lusa fonte ligada ao setor aeronaútico.

Já são cerca de 1.400 os operacionais no terreno, mas mesmo assim o incêndio ainda está descontrolado e ainda estão ativos sete fogos. As chamas já destruíram duas habitações de primeira habitação em Mação esta segunda-feira e Bruxelas já avisou que está pronta a ajudar Portugal no combate aos incêndios.

O autarca de Proença-a-Nova, João Lobo, já mostrou a sua preocupação com a evolução do incêndio, tendo em conta que o “fogo já vai nessa direção”, segundo adianta a SIC Notícias.

(Notícia em atualização)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Portugal pede ajuda a Espanha no combate aos incêndios

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião