Libra pode nunca vir a ser lançada, admite Facebook

As barreiras que a moeda digital do Facebook enfrenta, nomeadamente de regulação ou a imprevisibilidade do mercado, podem ditar o fim da Libra.

Depois de várias dúvidas e críticas, por exemplo por parte do Congresso e da Reserva Federal norte-americana, a nova criptomoeda do Facebook, a Libra, poderá não chegar a ser lançada. A rede social fundada por Mark Zuckerberg admitiu que as questões regulatórias podem ser uma barreira impossível de ultrapassar.

Todos os elementos que causam insegurança no desenvolvimento desta moeda digital, nomeadamente as leis e regulações, fazem com que não existam “garantias de que a Libra ou produtos e serviços associados sejam disponibilizados em tempo oportuno, ou sejam sequer lançados”, admite o Facebook, no relatório trimestral enviado à Securities and Exchange Commission, citado pela Coindesk (acesso livre/conteúdo em inglês).

Para além das questões regulatórias, o Facebook pondera também a incerteza relativamente à reação dos mercados, bem como a falta de experiência da empresa com moedas digitais ou tecnologia blockchain. Estes aspetos podem “afetar de maneira adversa a nossa capacidade de desenvolver e comercializar com sucesso estes produtos e serviços”, assume a rede social.

Os custos da participação na Libra Association, da qual faz também parte a portuguesa Farfetch, são ainda outra preocupação do Facebook, já que “o investimento pode não ser bem-sucedido”. O lançamento da Libra está previsto para o primeiro trimestre do próximo ano.

Comentários ({{ total }})

Libra pode nunca vir a ser lançada, admite Facebook

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião