Há 54 autarquias que levam mais de 60 dias a pagar aos fornecedores. Vila Real de Santo António leva 502

A Direção Geral das Autarquias atualizou os dados dados. No primeiro semestre do ano, 54 autarquias levavam mais de 60 a pagar as dívidas aos fornecedores. Há um ano era 74, houve uma redução de 27%.

As autarquias estão mais cumpridoras. A 30 de junho, 54 municípios levavam mais de 60 dias a pagar aos seus fornecedores, um desempenho que compara com as 74 câmaras registadas há um ano. O campeão do incumprimento foi Vila Real de Santo António com 502 dias, um desempenho que tem vindo a piorar há, pelo menos, quatro trimestre consecutivos.

Em segundo lugar, o pior pagador é a Nazaré que se mantém neste pódio pelas piores razões. Ainda assim esta autarquia liderada pelo socialista Walter Chicharro tem vindo a melhorar este desempenho desde 2016, altura em que os atrasos nos pagamentos aos fornecedores superavam os 1.200 dias. Nos últimos três trimestres a Nazaré foi mesmo a autarquia que mais tempo levou a pagar, tendo agora no segundo trimestre de 2019 descido para segundo lugar com 458 dias de atraso.

Há um ano, a autarquia com pior desempenho era de Portimão com um atraso de 1.290 dias nos pagamentos a fornecedores. Desde então, a câmara socialista corrigiu os maus comportamento e nem sequer consta da tabela elaborada pela Direção-Geral das Autarquias Locais onde apenas constam os municípios que demoram mais de 60 dias a pagar.

Freixe de Espada à Cinta (PSD), em contrapartida, tem vindo a piorar o desempenho. Enquanto no final de dezembro de 2018 estava em quarto lugar com 343 dias para regularizar as suas contas, dois trimestre depois está em terceiro lugar com uma demora de 352 dias, o que ainda assim consiste numa melhoria face ao trimestre anterior (364 dias).

Entre as melhorias mais significativas Celorico da Beira (PSD) que passou de um atraso de 1.255 dias a 31 de dezembro de 2015, para 556 dias no final de 2018 e 212 dias no final do primeiro trimestre deste ano.

Em sentido estão alguns agravamentos como por exemplo, em Sousel (PS) que passou de 42 dias no terceiro trimestre de 2018 para 171 dias a 30 de junho de 2019 (307%); Serpa (PCP) que passou de 41 para 104 dias no mesmo período (153,6%); Moimenta da Beira (PS) que passou de 76 para 140 dias (84,2%); ou o Sardoal (PSD) que passou de 73 para 102 dias (39%).

Comentários ({{ total }})

Há 54 autarquias que levam mais de 60 dias a pagar aos fornecedores. Vila Real de Santo António leva 502

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião