Vai poder pagar estacionamento em Lisboa com Via Verde

A Brisa anunciou que venceu a adjudicação pela Câmara Municipal de Lisboa do estacionamento de superfície na capital. Vai ser possível pagar com a aplicação Via Verde Estacionar.

A Câmara Municipal de Lisboa adjudicou o pagamento do estacionamento de superfície na capital portuguesa à Brisa, o que significa que vai ser possível pagar através da aplicação móvel Via Verde Estacionar.

A informação foi revelada esta quinta-feira pelo presidente do Conselho de Administração da empresa, Vasco de Mello, que indicou que a parceria vai permitir à empresa “triplicar” o número de lugares de estacionamento suportados pelo ecossistema Via Verde.

O líder da Brisa falou na esteve na Portugal Mobi Summit 2019, que se realiza esta semana no campus da Nova SBE, em Carcavelos. Na conferência, transmitiu uma mensagem de adaptação da empresa à revolução no setor da mobilidade: “Tomámos a decisão de adaptar o modelo de negócio à transformação estrutural em curso”, admitiu Vasco de Mello. Uma das medidas já em curso assentou na transformação da marca Via Verde — conhecida pelas portagens das autoestradas — em todo um ecossistema “multimodal, conectado, colaborativo, ecoeficiente e focado no indivíduo”.

Para tal, a empresa está a estudar o alargamento da Via Verde ao abastecimento, às áreas de serviço e ao setor dos seguros, tendo já sido firmada uma parceria com a Fidelidade. “Hoje, o ecossistema Via Verde exprime bem o que a mobilidade representa para a Brisa. Envolve o pagamento de portagens, com o identificador, mas vai muito mais longe”, salientou.

(Notícia atualizada pela última vez às 11h34)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Vai poder pagar estacionamento em Lisboa com Via Verde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião