Web Summit: Dez oradores a não perder no terceiro dia

O CTO da Amazon e o CLO da Microsoft são dois dos nomes de peso que vão estar no Web Summit esta quarta-feira, 6 de novembro. Conheça outros oradores a não perder neste terceiro dia do evento.

Com vários oradores a pisarem diferentes palcos em simultâneo no Web Summit, o programa do dia é sempre preenchido. Por isso, é mandatório não perder o controlo da sua agenda. A pensar nos milhares de participantes que vão estar no Parque das Nações neste terceiro dia de evento, e nos outros tantos que vão acompanhar as talks a partir das redes sociais, o ECO preparou uma lista com dez oradores que não vai poder perder esta quarta-feira.

  1. Brad Smith, CLO da Microsoft
    Numa altura em que a maioria das principais tecnológicas enfrentam pressão regulatória e o escrutínio das autoridades nos EUA e na União Europeia, a Microsoft tem conseguido escapar a esta onda. Brad Smith é o chief legal officer da tecnológica. Acabou de publicar um livro sobre regulação da tecnologia e vai estar no palco principal, pelas 10h30, para abordar o atual estado do setor. Isto numa altura em que a tecnologia é, simultaneamente, “uma ferramenta poderosa e uma arma formidável”.
  2. Rashmi Gopinath, diretora-geral do M12
    Receios de uma recessão global. A queda da WeWork. Um SoftBank com bolsos fundos. E a Uber e a Lyft com maus desempenhos em bolsa. Não são tempos fáceis para se ser investidor no ramo do capital de risco. A managing director do fundo M12, que tem a startup portuguesa Unbabel no portefólio, vai participar num painel com outros investidores para tentar explicar onde tenciona apostar perante esta conjuntura. Começa às 11h25, no palco principal.
  3. Robô Sophia, criação da Hanson Robotics
    A robô mais famosa do país regressa ao palco principal do Web Summit, às 14h00, depois de ter dado a cara por uma campanha publicitária da Altice, lado a lado com Cristiano Ronaldo. A participação da primeira “cidadã robô” do mundo permitirá avaliar se está mais inteligente, nomeadamente se houve evoluções do ponto de vista de reconhecimento da fala e das expressões faciais.
  4. Juan Branco, conselheiro legal de Julian Assange
    O fundador da WikiLeaks foi detido em abril deste ano, depois de vários anos refugiado das autoridades. Juan Branco é conselheiro legal de Assange e vai marcar presença no Web Summit, no palco principal, às 14h25, para participar num painel sobre “livre comércio”.
  5. Brad Bao, CEO da Lime
    As trotinetas entraram com estrondo em Lisboa por altura do Web Summit de 2018. Um ano depois, o negócio parece estar a arrefecer: quatro empresas já saíram de Portugal e a Lime, a pioneira, saiu de Coimbra e está a “avaliar” a estratégia para o mercado português. O cofundador e CEO da Lime, Brad Bao, vai participar num painel sobre mobilidade no palco principal, às 15h30. Para apimentar a discussão, estamos a falar de uma empresa que nasceu há cerca de dois anos e já vale mais de dois mil milhões de dólares.
  6. Werner Vogels, CTO da Amazon
    A Amazon é incontornavelmente uma das maiores empresas do mundo. Nasceu como uma loja online de livros, mas as ramificações já chegam a todos os cantos da tecnologia. Uma das áreas mais fortes em que a empresa tem investido é o machine learning. O administrador da Amazon com o pelouro da tecnologia sobe ao palco às 16h40 para falar das últimas novidades neste campo.
  7. Alex Chung, fundador do Giphy
    A criação dos GIFs remonta aos primórdios da internet, mas a plataforma Giphy voltou a pô-los à mão de todos. Alex Chung é o responsável por uma das maiores bibliotecas de GIFs do mundo, presente em milhões de smartphones em todo o mundo, e vai falar sobre este projeto às 14h35, no palco ContentMakers.
  8. Frank Cooper, CMO da BlackRock
    Com mais 6,96 biliões (trillions) de dólares em ativos sob gestão, a BlackRock é um dos maiores fundos de investimento do mundo. O administrador de marketing da BlackRock vai estar no palco PandaConf, às 13h40, para tentar desmistificar as empresas que dizem ter um propósito para além dos lucros… algo que “é raramente verdade”.
  9. Jay Sullivan, diretor de produto do Facebook
    O Facebook é uma plataforma global que cresceu à boleia dos conteúdos partilhados por todos. Mas a empresa está a redesenhar-se em torno das mensagens privadas, nomeadamente através do Messenger e do WhatsApp. Numa altura em que a empresa tenciona alargar a criptografia do WhatsApp aos restantes serviços — o que torna quase impossível que as mensagens sejam intercetadas — o diretor de produto do Facebook vai ao palco ContentMakers, às 11h30, para abordar esta temática.
  10. Taavet Hinrikus, cofundador da TransferWise
    A popularização das criptomoedas veio recordar as limitações do atual sistema financeiro global, nomeadamente os custos elevados das transferências internacionais e o tempo que demoram até estarem completas. O cofundador da empresa de transações TransferWise participa num painel sobre “novas formas de pagar” no palco MoneyConf, às 11h25.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Web Summit: Dez oradores a não perder no terceiro dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião