Carlos Pinto de Abreu é o único candidato à direção da CPAS

O advogado Carlos Pinto de Abreu é o único candidato a presidente da direção da Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores (CPAS) para o triénio 2020-2022.

O advogado Carlos Pinto de Abreu é o único candidato a presidente da direção da Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores (CPAS) para o triénio 2020-2022. A equipa é ainda composta por Victor Alves Coelho, Susana Afonso e Catarina Mascarenhas.

A lista de Carlos Pinto de Abreu, candidata promete “assegurar que a CPAS se desenvolve e fortalece como sistema de previdência autónomo, sublinhando os elementos agregadores da independência, da especificidade, da identidade e da solidariedade entre os advogados” e ainda “manter a idade de reforma aos 65 anos”.

“Concretizar um regime de parentalidade em que seja equiparada a adoção à filiação” e “gerir, de forma prudente, competente, profissional e responsável, o universo patrimonial da CPAS por forma a garantir as pensões de reforma, de sobrevivência e de invalidez, tornando mais sólida a sua capacidade de solver os compromissos presentes e prolongar a sua sustentabilidade futura” são outros dos compromissos da lista P candidata à CPAS.

A advogada Elisabete Grangeia também integra a lista P, na qualidade de candidata à presidência do Conselho de Fiscalização da CPAS, conjuntamente com o advogado Jaime Medeiros. Carla Maria Bernardes e Cláudia Miguel Caetano são os opositores candidatos ao Conselho de Fiscalização, pela lista B.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Carlos Pinto de Abreu é o único candidato à direção da CPAS

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião