Visitar a NASA? FCT Nova Challenge procura jovens cientistas

Inscrições para a 5.ª edição da FCT NOVA Challenge já estão abertas. Para estudantes do secundário, pode ser a oportunidade para desenvolverem projetos e ganhar uma viagem à NASA, com tudo pago.

Já estão abertas as inscrições para a 5.ª edição da FCT NOVA Challenge, um concurso promovido pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e destinado a estudantes que queiram criar projetos científicos. O vencedor terá a oportunidade de conhecer a sede da NASA, em Washington, e com todas as despesas pagas. Pela primeira vez, a FCT Nova decidiu estender o concurso aos alunos de escolas profissionais. As inscrições estão abertas até 20 de março de 2020 e devem ser submetidas no site da FCT.

Podem participar no concurso todos os estudantes do 12.º ano, dos cursos científico-humanístico de ciências e tecnologias, e científico-humanístico de ciências socioeconómicas, e alunos do ensino profissional. Em equipas de três a cinco elementos, os estudantes têm de pensar ou construir um projeto que encontre soluções para um problema concreto de ciência ou engenharia, e devem submeter as ideias até 27 de abril de 2020.

Em 2019, o prémio foi para 16 alunos da escola básica e secundária Oliveira Júnior, de São João da Madeira, com o projeto “Física Telepática”. Os estudantes criaram soluções para facilitar o dia-a-dia de pessoas com mobilidade reduzida, através de um sistema de controlo de cadeiras de rodas, com base em sensores de movimento.

Com este concurso, a FCT quer promover o conhecimento científico entre os jovens portugueses e a criação de novos talentos na ciência, tecnologia e engenharia, e em áreas de investigação e ensino da faculdade.

Os vencedores da 5.ª edição da FCT NOVA Challenge serão anunciados a 5 de junho e a viagem ao centro da NASA está prevista para julho. O segundo lugar tem um prémio de dois mil euros e o terceiro de três mil euros. A Nova vai ainda premiar a melhor apresentação na cerimónia de entrega de prémios e a equipa com mais pontos, com um curso de empreendedorismo na FCT e a participação numa escola de verão da FCT.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Visitar a NASA? FCT Nova Challenge procura jovens cientistas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião