Bitcoin supera 10.500 dólares. Sobe 40% desde início do ano

O valor da Bitcoin recuperou para um nível acima dos 10.500 dólares, um preço que não se via desde setembro. Criptomoedas negoceiam em alta desde o início do ano.

O preço da Bitcoin voltou a recuperar nos últimos dias, superando a fasquia dos 10.500 dólares (9.675 euros) pela primeira vez desde setembro. A criptomoeda negoceia em alta, acumulando um ganho superior a 40% desde o arranque do ano e acima de 10% desde o início de fevereiro.

O máximo foi alcançado esta quarta-feira, seguido de uma queda que colocou a moeda a valer perto de 10.250 dólares (9.400 euros), segundo a corretora Coinbase. A moeda virtual regista esta subida em plena epidemia de coronavírus, agora batizado covid-19, que tem condicionado as negociações nos mercados de capitais e já fez mais de 1.100 mortes, sobretudo na China.

Ainda assim, o valor desta Bitcoin continua significativamente abaixo do pico atingido no final de 2017. Em meados de dezembro desse ano, o preço deste ativo digital, caracterizado pela alta volatilidade, tocou os 20.000 dólares, puxando pela popularidade das criptomoedas como um todo.

Mas não é só a Bitcoin que tem assistido a ganhos expressivos. Nos últimos 30 dias, o valor do Ethereum disparou mais de 90%, com cada unidade a passar dos 142,66 dólares para os 272,14 dólares. E, no mesmo período, a Litecoin ganhou mais de 65%.

Comentários ({{ total }})

Bitcoin supera 10.500 dólares. Sobe 40% desde início do ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião