Prevenção e sintomas: startup ensina a “jogar” com o Coronavírus

Startup portuguesa Mindflow quer "reduzir o alarmismo excessivo" e "desmistificar questões" relacionadas com a doença. Criou jogo para ajudar no processo.

Startup produziu um jogo de aprendizagem sobre o novo Coronavírus (COVID-19).D.R.

Prevenção. Sintomas. Tratamentos. A startup portuguesa Mindflow, especializada em formação através de técnicas de gamificação, criou uma aplicação que é um jogo para melhor perceber e saber lidar com o coronavírus. O jogo tem como objetivo “informar a população sobre esta problemática, reduzir o alarmismo excessivo e desmistificar as questões à volta da doença“, explica fonte da startup em comunicado.

A ideia de criar o jogo surgiu em resposta às perguntas e dúvidas da população em geral e, para contribuir para uma sociedade mais informada. Sediada no Instituto Pedro Nunes, a incubadora mais antiga do país, a empresa começou a agrupar informação da Direção-geral da Saúde e da Organização Mundial de Saúde sobre o vírus, os cuidados a ter e algumas das suas consequências.

O jogo gratuito está disponível na AppStore e na PlayStore. Para o descarregar, basta procurar por “Mindflow Academy” e utilizar o código de registo COVID19. Segundo os dados mais atualizados, há em Portugal 34 casos de infeção pelo vírus.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Prevenção e sintomas: startup ensina a “jogar” com o Coronavírus

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião