À procura de refúgio? Revolut passa a permitir comprar ouro

A Revolut lançou um serviço de compra e venda de ouro na aplicação, numa altura em que o metal precioso negoceia em alta por causa do coronavírus.

A Revolut aproveitou a agitação nos mercados financeiros para lançar a opção de compra e venda de ouro na aplicação. A negociação deste ativo está agora disponível para os utilizadores com planos Premium e Metal, numa altura em que o preço da onça de ouro está perto dos 1.650 dólares.

“Os clientes com contas Metal ou Premium podem agora ser expostos a ouro através da aplicação. O ouro estará disponível na app através do widget ‘Bens”‘, no painel, junto à negociação de ações ou criptomoedas”, anunciou a Revolut num comunicado.

O banco digital com sede no Reino Unido acrescenta ainda que “os clientes podem comprar e negociar ouro, com base nos dados de desempenho do mercado, em tempo real”. E garante que “o ouro ao qual os utilizadores da Revolut são expostos é apoiado por ouro físico, mantido de forma segura por um parceiro confiável destes serviços”.

“A Revolut também disponibiliza o serviço de troca automática, mediante o qual os utilizadores podem definir um preço ao qual querem negociar a exposição a ouro, com a aplicação a realizar automaticamente a transação quando o preço de mercado corresponder ao preço alvo”, acrescenta a empresa. Além disso, o ouro adquirido pode ser instantaneamente convertido em criptomoedas ou dinheiro eletrónico, refere a mesma nota.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

À procura de refúgio? Revolut passa a permitir comprar ouro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião