Uber Eats remove taxas de entrega até 3 de abril

Depois de ter deixado de cobrar taxas de entrega à hora do almoço, Uber Eats acaba agora com todas as taxas de entrega até 3 de abril.

A Uber decidiu suspender as taxas de entrega do serviço Uber Eats até 3 de abril, uma resposta à declaração de estado de emergência, anunciada esta quarta-feira pelo Presidente da República.

“Perante a situação que está a ser vivida no mundo e em Portugal, e dada a declaração de estado de emergência no país feita pelo Sr. Presidente da República, o Governo português decidiu limitar a circulação de pessoas e fechar grande parte dos espaços comerciais, incluindo restaurantes. Contudo, a entrega de refeições ao domicílio continua a ser permitida em Portugal e, por isso, o Uber Eats manterá a sua operação em funcionamento normal”, justifica a empresa, em informação enviada aos jornalistas.

A empresa detalhou ainda que, “para estar mais perto dos utilizadores e apoiar os restaurantes”, removeu as “taxas de entrega para todos os pedidos, a qualquer altura do dia, até 3 de abril”.

A Uber tinha anunciado que retiraria as taxas de entrega nos serviços da Uber Eats durante a hora do almoço. Agora, estende a medida a todos os pedidos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Uber Eats remove taxas de entrega até 3 de abril

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião