Lidl paga prémio de 40% do salário bruto a todos os trabalhadores

Setor do retalho não para, para fazer chegar os bens essenciais à população e as empresas agradecem o esforço. O Lidl vai atribuir um prémio de cerca de 40% do salário bruto aos trabalhadores.

Para ajudar os trabalhadores a fazer face aos constrangimentos e para demonstrar agradecimento, as empresas do setor do retalho e distribuição têm reforçado os prémios e os salários. O Lidl confirmou esta segunda-feira que vai atribuir um prémio de cerca de 40% do salário bruto aos trabalhadores das 258 lojas e quatro entrepostos nacionais, avançou o Dinheiro Vivo e confirmou a revista Pessoas. Apesar de já saber como premiar os trabalhadores, a retalhista não revela qual será o montante.

No final de março, a retalhista anunciou a contratação de 500 pessoas e, na mesma altura, confirmou que estava a “avaliar a situação” relativamente à possibilidade de compensações extra no salário.

Também a Jerónimo Martins, dona do Pingo Doce, quis agradecer o empenho de quem continua a trabalhar e decidiu avançar com um prémio de 500 euros a todos os trabalhadores em Portugal, na Polónia e na Colômbia. A cadeia de supermercados Auchan, entregou prémios de 20% do salário total de março aos funcionários em Portugal.

Já a cadeia de supermercados espanhola Mercadona decidiu atribuir a todos os colaboradores — 90.000, em Espanha e Portugal — um prémio equivalente a 20% do salário bruto no vencimento relativo a março. A DIA Portugal, marca das lojas Minipreço, Clarel e Mais Perto, decidiu distribuir 1,3 milhões de euros a todos os trabalhadores das 641 lojas e três armazéns nacionais, o equivalente a mais 250 euros no salário de abril.

*Notícia corrigida às 17h48, com referência ao prémio atribuído, que se destina aos colaboradores das lojas e entrepostos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lidl paga prémio de 40% do salário bruto a todos os trabalhadores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião