Investidores do sul da Europa juntam-se para impulsionar investimento em startups

Portuguesas Armilar Venture Partners, BiG Start Ventures, Bynd Venture Capital, Faber Ventures, Indico Capital Partners, Sonae IM, Startup Lisboa e Shilling Capital Partners integram painel.

São mais de 20 investidores de Portugal, Espanha e Itália. A Bright Pixel, a Samaipata e a Kibo Ventures desafiaram mais de duas dezenas de venture capital do sul da Europa para criarem a Southern European Stars 2020, uma sessão de pitchs online aberta a qualquer startup que queira dar a conhecer o seu projeto.

O evento junta fundos do sul da Europa que querem impulsionar o investimento em startups e conta com a participação das portuguesas Armilar Venture Partners, BiG Start Ventures, Bynd Venture Capital, Faber Ventures, Indico Capital Partners, Sonae IM, Startup Lisboa e Shilling Capital Partners. A ideia surge como forma de contribuir para combater as previsões para os próximos meses, que indicam um abrandamento do ritmo de investimento.

“Acreditamos que o ecossistema de empreendedorismo tem potencial para sobreviver a esta crise, pois faz parte da sua natureza crescer em tempos adversos. Existem inúmeros projetos que estão numa fase ideal para prosperar e queremos ajudá-los a dar esse passo. Para isso, juntámos um grupo de investidores alargado, com áreas de investimento complementares, que permite criar oportunidades para mais startups”, explica Marcos Azeredo, da equipa de investimento da Bright Pixel.

As candidaturas para os empreendedores interessados estão abertas até 13 de maio. Entre os candidatos serão escolhidas 15 startups que terão de preparar o seu pitch para apresentar no evento, agendado para 20 de maio. “As melhores nas categorias de B2B, B2C e Healthcare receberão até 10.000 euros por mês durante um ano inteiro em serviços cloud gratuitos, além de suporte técnico da IBM Cloud e AWS Activate, que colaboram com a iniciativa; crédito de publicidade numa das principais plataformas da área, com suporte de alguns especialistas em SEO/SEM; e três meses de espaço de escritório gratuito em Lisboa, cedido pela Bright Pixel”, explica a organização em comunicado.

Já David Alonso, analista da Samaipata, acredita que o evento vem “envolver todos os VCs num mesmo projeto e ajudar os principais atores do ecossistema, os fundadores”. “Os investidores ainda estão dispostos a procurar fundadores incríveis e o que pretendemos é criar uma comunicação mais direta entre eles. Espanha, Portugal e Itália têm agora os ingredientes certos para ser o ecossistema de startups que mais cresce na Europa, durante a próxima década”, assegura.

O Southern European Stars 2020 conta também com a participação dos investidores United Ventures, JME Ventures, Milano Investment Partners, Adara Ventures, 360 Capital, P101, Indaco Venture Partners, Primomiglio SGR, Inveready, LVenture Group, Caixa Capital Risc e Demium Startups.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Investidores do sul da Europa juntam-se para impulsionar investimento em startups

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião