Altice Portugal admite pagar os dois meses sem futebol. Mas só se tiver desconto na próxima época

A Altice Portugal está "disponível" para negociar com os clubes dos quais detém direitos televisivos o pagamento dos meses em que não houve futebol. Mas exige desconto na próxima época.

A Altice Portugal está “disponível” para retomar o pagamento dos direitos televisivos aos clubes de futebol a partir do momento em que sejam retomadas as competições, uma disposição que a empresa agora reforça, numa altura em que está marcado o primeiro jogo da Liga Portuguesa para 4 de junho.

Mas há mais. Numa conferência telefónica com jornalistas, Alexandre Fonseca, presidente executivo da Altice Portugal, disse também que a empresa está disposta a, “caso a caso”, analisar formas de “compensar os clubes”, que vivem atualmente um período de dificuldades financeiras e de liquidez.

Como ponto de partida, a dona da Meo sugere a hipótese de pagar os dois meses em que não houve futebol profissional, mas exige uma contrapartida: “Teremos de ter como contrapartida o desconto equivalente das mensalidades da próxima época desportiva“, afirmou a empresa, cujo principal e maior contrato que detém de direitos televisivos é com o FC Porto (a Nos detém os do Benfica, Sporting e SC Braga, entre outros).

Alexandre Fonseca garantiu que a empresa já fez “algumas propostas a alguns clubes” e que quer “fazer parte da solução”. “O que estamos a fazer é garantir que permitimos aos clubes gerir este momento difícil. Todos sabemos, e não somos exceção, que fomos apanhados de surpresa [pela pandemia do Covid-19]”, afirmou. A intenção é permitir aos clubes que mitiguem “a falta de liquidez no imediato”, ganhando um ano para “adaptarem a respetiva estrutura de custos”.

Questionado se a Altice Portugal estará disponível para patrocinar a Liga, tendo em conta que, segundo o Record, a concorrente Nos não estará disponível para renovar o contrato que vai até ao fim da temporada 2020/21, Alexandre Fonseca não quis fazer comentários. Em sentido inverso, o gestor também não comentou se a Altice tenciona desinvestir nos direitos televisivos em Portugal, à semelhança do que estará a acontecer em França, com o grupo a decidir encerrar o canal RMC Sports.

(Notícia atualizada pela última vez as 11h17)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Altice Portugal admite pagar os dois meses sem futebol. Mas só se tiver desconto na próxima época

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião