Governo aprovou 93% dos pedidos de lay-off

  • ECO
  • 18 Junho 2020

Até ao momento, foram pagos 778 milhões de euros em apoios extraordinários a 1,2 milhões de pessoas e a 144 mil empresas. Destes, 580 milhões foram pagos no âmbito do lay-off simplificado.

A pandemia de Covid-19 levou milhares de empresas a pedirem acesso ao regime de lay-off simplificado criado pelo Governo. Foram até ao momento aprovados e pagos 105.404 processos de lay-off simplificado, o que corresponde a uma taxa de aprovação de 93% dos pedidos.

Os dados foram divulgados pelo Governo num esclarecimento em que nega a notícia do Diário de Notícias (acesso livre) de que a taxa de aprovação estaria abaixo de dois terços. Em causa estará uma diferença entre os dados que o Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP) publica regulamente sobre as empresas que fizeram pedidos e os divulgados pelo próprio ministério do Trabalho e Segurança Social em relação aos apoios concedidos.

O ministério clarifica que o número que é apresentado na informação disponibilizada pelo GEP é o universo total de trabalhadores das empresas que apresentam pedido de lay-off e não o número de trabalhadores que as empresas colocam nessa situação.

“O que acontece é que as empresas que apresentaram pedido em lay-off abrangeram em média cerca de 60% dos seus funcionários. Até ao momento foram pagos 778 milhões de euros em apoios extraordinários a 1,2 milhões de pessoas e a 144 mil empresas. Destes, 580 milhões foram pagos no âmbito do lay-off simplificado“, acrescenta o ministério liderado por Ana Mendes Godinho.

O acesso ao lay-off permite às empresas reduzir o ordenado (tal como o tempo de trabalho) e beneficiar do apoio do Estado, que paga 70% do salário reduzido. Apesar de o recurso das empresas à suspensão parcial dos contratos de trabalho já está a abrandar, o regime foi alargado. Esta quinta-feira, o Conselho de Ministros aprovou igualmente o apoio à retoma de atividade destinado às empresas que saiam do lay-off simplificado.

(Notícia atualizada às 15h00 com esclarecimento do Governo)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo aprovou 93% dos pedidos de lay-off

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião