FCT Nova lança cursos de verão gratuitos para alunos do ensino secundário

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Nova lançou cursos de verão em biomédica, física ou matemática para alunos do ensino secundário. Decorrem entre julho e setembro, online, e são gratuitos.

A FCT Nova – Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa está a promover cursos de verão online, durante os meses de julho e setembro, em engenharia biomédica, física ou matemática para alunos do ensino secundário. Os cursos são gratuitos e lecionados à distância. As vagas são limitadas e as inscrições estão abertas.

“O curso de verão de engenharia biomédica, por exemplo, permite realizar experiências científicas que dão respostas a perguntas: ‘como se para uma hemorragia no espaço?’, ou ‘o que tem a ver a rotação da Terra com o facto de as águas dos oceanos não se misturarem?’. Já o Math Nova Open Day, um dia completo dedicado à matemática e aos seus percursos e saídas profissionais, conta com várias apresentações e palestras, entre elas a que questiona ‘Como dividir por 3 usando apenas a divisão por 2?'”, explica a faculdade em comunicado.

Os cursos são gratuitos mas têm vagas limitadas e implicam uma inscrição. O Verão com Engenharia Biomédica decorre de 20 a 24 de julho, o Verão com Física de 20 a 21 de julho, o Math Nova Open Day a 22 de julho, a IV Escola de Verão do Núcleo de Química Aplicada entre 27 e 31 de julho e o Estágio “Ciência Viva”: Engenharia Informática no Verão, decorre de forma presencial de 20 a 31 de julho.

Além destes programas de verão para pré-universitários, os vários departamentos e unidades de investigação da FCT Nova também estão a promover cursos específicos para alunos de licenciatura, mestrado e doutoramento. É o caso do Curso de Iniciação à Investigação em Ciências Biomoleculares Aplicadas, promovido pela UCIBIO – Unidade de ciências biomoleculares aplicadas, da Iniciação à Investigação em Química Verde”, do LAQV – Laboratório Associado para a Química Verde, ou da Física Nuclear Aplicada, promovido pelo LIBPhys — Laboratório de Instrumentação, Engenharia Biomédica e Física das Radiações.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

FCT Nova lança cursos de verão gratuitos para alunos do ensino secundário

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião