Galp investe 20 milhões de euros a cinco anos em plataforma de energia sustentável

  • Lusa e ECO
  • 29 Julho 2020

A plataforma EIP tem mais de 1,5 mil milhões de dólares (1,2 mil milhões de euros) em ativos sob gestão e investe globalmente em capital de risco, crescimento, crédito estruturado e infraestruturas.

A Galp vai investir 20 milhões de euros na plataforma Energy Impact Partners (EIP) “para reforçar o seu objetivo de acelerar a transição para um futuro energético sustentável”, disse o grupo em comunicado.

Na mesma nota, a Galp referiu que “será a única operadora energética na Península Ibérica a ter pleno acesso, durante um período de exclusividade de cinco anos, a uma rede que reúne os intervenientes mais relevantes na transição energética nas áreas da energia, tecnologia e mobilidade, com um grande foco nas empresas ‘scale-up’”.

Este acordo prevê que “a Galp investirá até 20 milhões de euros nos próximos cinco anos na plataforma EIP”, o que irá garantir “o acesso privilegiado ao ‘know-how’, conhecimento do mercado, fluxo de negócios e análise das tendências disponibilizadas pelos parceiros EIP em todo o mundo”, indicou o grupo.

Susana Quintana-Plaza, administradora executiva da Galp com o pelouro das energias renováveis e novos negócios, destaca que “enquanto parceiros estratégicos do EIP, teremos acesso imediato à melhor visão global de potenciais scale-ups nos campos da energia, da mobilidade e da indústria, de forma a colocar as suas soluções ao serviço dos nossos clientes e dos nossos processos”. “Investir nesta rede representa um passo sólido para a aceleração da inovação energética e para abordar o desenvolvimento de futuros negócios competitivos alinhados com a transição energética”.

A Galp recordou que já tinha anunciado a sua intenção “em desenvolver um portfólio de produção sustentável de energia renovável, com 10% a 15% do investimento do grupo a ser alocado para as energias renováveis, e para captar oportunidades de novos negócios que possam ser ampliados”, segundo o comunicado.

A EIP centra-se em “operações inteligentes, eletrificação, distribuição de recursos energéticos, mobilidade, cibersegurança, casas, cidades e edifícios inteligentes”, referiu a Galp, que vai assim “juntar-se a 28 parceiros estratégicos da coligação EIP – incluindo empresas como a Microsoft, Enterprise Holdings, EWE, Fortrum, Southern Company, Xcel Energy, Fortis, Alliant Energy e MGE –, focados na identificação e adoção de soluções tecnológicas inovadoras para enfrentar os desafios climáticos”, revelou o grupo.

A plataforma EIP tem mais de 1,5 mil milhões de dólares (1,2 mil milhões de euros) em ativos sob gestão e investe globalmente em capital de risco, crescimento, crédito estruturado e infraestruturas.

Este investimento no fundo europeu EIP ocorre após a criação da Up – Upcoming Energies, uma nova unidade da Galp com sede em Lisboa e focada, sobretudo, na procura de soluções para os eixos de transição energética, de mobilidade, de economia digital e circular. Criada com o objetivo de abrir as portas da Galp ao ecossistema de inovação global, a UP – Upcoming Energies pretende criar um núcleo de ideias e novos projetos à escala internacional.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Galp investe 20 milhões de euros a cinco anos em plataforma de energia sustentável

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião