Novo fundo verde da BlackRock recebe investimento de 2,2 mil milhões da Scottish Widows

Na mira deste fundo ESG criado pela BlackRock e pela Scottish Widows, em parceria, estão as empresas posicionadas na linha da frente da transição verde da economia.

O gigante do setor dos seguros no Reino Unido, Scottish Widows, anunciou que vai investir mais de 2,2 mil milhões de euros no Climate Transition World Equity Fund, lançado em parceria com a gestora de alguns dos maiores fundos de investimento a nível global BlackRock. Isto significa que as carteiras de fundos de pensões de cerca de seis milhões de clientes britânicos serão investidas neste novo fundo de baixo carbono, pautado pelos princípios ESG (Ambientais, Socias e de Governance).

Na mira deste fundo criado pela BlackRock e pela Scottish Widows, em parceria, estão as empresas posicionadas na linha da frente da transição verde da economia, com melhor avaliação no impacto das suas operações nestes três eixos da sustentabilidade.

“Oferecer aos clientes opções de investimento mais sustentáveis ​​e desafiar as empresas nas quais investimos para se comportarem de forma mais sustentável e responsável é uma uma parte central da nossa estratégia. O nosso trabalho com a BlackRock para projetar este novo fundo, além do investimento significativo que fizemos, ajudará a gerar mudanças positivas no setor”, disse Maria Nazarova-Doyle, responsável de investimentos em pensões da Scottish Widows, citada pelo Financial News, do Wall Street Journal.

Além da seguradora britânica, um grupo de investidores em fundos no valor de 1,3 mil milhões de dólares também vai testar o novo Climate Transition World Equity Fund para reduzir as emissões de CO2 associadas aos seus portfólios de investimentos.

Já a BlackRock disse que esta estratégia reflete sobretudo a crescente procura dos investidores por soluções que tenham em conta as alterações climáticas. O fundo está disponível para consultores financeiros e respetivos clientes.

Ao Financial Times, Sarah Melvin, responsável pela BlackRock no reino Unido, disse: “A mudança global para fontes de energia com zero e baixo carbono está em curso e a acelerar. O fundo BlackRock Climate Transition World Equity expande nossa gama de soluções de investimento sustentável, adotando uma abordagem inovadora de pesquisa orientada para o clima e a sustentabilidade, e visa agregar valor a longo prazo para os clientes, com base na prontidão das empresas em fazer a transição para uma economia de baixo carbono”.

Para escolher os melhores investimentos, o novo fundo ESG da BlackRock analisará parâmetros como a produção e gestão de energia, tecnologias limpas, consumo de água e gestão de resíduos, pontuando cada empresa nestes cinco pilares.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Novo fundo verde da BlackRock recebe investimento de 2,2 mil milhões da Scottish Widows

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião