Morais Leitão assessora Sonae em sale e leaseback. Operação totalizou 34 milhões de euros

A Morais Leitão assessorou a subsidiária da Sonae, a Sonae MC, na venda e arrendamento de quatro ativos. Os sócios Bernardo Lobo Xavier e Gonçalo Fleming assumiram a coordenação.

A sociedade de advogados Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados assessorou a Sonae MC, subsidiária da Sonae, na venda e posterior arrendamento de quatro ativos de retalho alimentar localizados em Portugal.

A equipa da Morais Leitão foi coordenada pelos advogados Bernardo Lobo Xavier e Gonçalo Fleming, sócios da equipa de corporate M&A. “É um grande orgulho participar ativamente em operações que moldam o mercado português”, nota Bernardo Lobo Xavier.

Gonçalo Fleming e Bernardo Lobo Xavier, sócios da equipa de corporate M&A da Morais Leitão.

Esta operação totalizou 34 milhões de euros e colocou o nível de detenção de ativos de retalho da Sonae nos 41% (freehold).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Morais Leitão assessora Sonae em sale e leaseback. Operação totalizou 34 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião