Greta Thunberg apela ao voto em Joe Biden

  • Lusa
  • 10 Outubro 2020

A ativista Greta Thunberg, figura do movimento internacional de jovens que lutam contra as alterações climáticas, apelou ao voto em Joe Biden, adversário de Donald Trump nas presidenciais dos EUA.

A ativista sueca Greta Thunberg, figura do movimento internacional de jovens que lutam contra as alterações climáticas, apelou ao voto no democrata Joe Biden, adversário de Donald Trump nas presidenciais norte-americanas de novembro.

“Nunca me envolvo na política partidária, mas as próximas eleições norte-americanas superam tudo isso”, escreveu a jovem de 17 anos no Twitter.

“Do ponto de vista do clima, está longe de ser suficiente e muito defenderam outros candidatos, mas enfim… Organizem-se e façam com que todos votem em #Biden”, acrescentou.

O atual Presidente norte-americano, Donald Trump, tem assumido várias vezes posições céticas em relação às alterações climáticas, como aconteceu recentemente durante a vaga de grandes incêndios na Califórnia. “Acabará por arrefecer”, afirmou em meados de setembro a propósito do aquecimento global.

Trump também tem feito comentários pouco simpáticos sobre Greta Thunberg. Em dezembro, quando a revista Time a escolheu para “figura do ano”, o líder norte-americano escreveu no Twitter que a jovem teria de trabalhar para “controlar a sua raiva”, sugerindo que devia “relaxar” e ir ver um bom filme com um amigo.

Antes, em setembro de 2019, quando a ativista sueca esteve nas Nações Unidas, onde discursou numa cimeira sobre o clima, Trump também já tinha ironizado sobre os pontos de vista e o tom veemente usado por Greta Thunberg. Por sua vez, Joe Biden elogiou, em abril, a ação de Thunberg e disse que está atento às aspirações dos jovens em questões ambientais.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Greta Thunberg apela ao voto em Joe Biden

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião