TELLES assessora Metalogalva na compra da Petitjean

A TELLES assessorou a Metalogalva na compra da Petitjean ao grupo saudita Al-Babtain. Carlos Lucena e Tomás Barbosa, charmain e associado da TELLES, estiveram envolvidos na operação.

A sociedade de advogados TELLES assessorou a Metalogalva, pertencente ao Grupo Vigent, na aquisição ao grupo saudita Al-Babtain de 49% da francesa Petitjean, que opera sobretudo nos mercados francófonos nas áreas de iluminação pública, estruturas tubulares para transporte, distribuição de energia e telecomunicações.

Carlos Lucena e Tomás Barbosa, charmain e associado da TELLES, estiveram envolvidos na operação que foi coordenada pela equipa de comercial e societário e que contou com a colaboração de Constance Le Vert, sócia do escritório de Paris da Carbonnier Lamaze Rasle, Carlara Avocats.

“Com esta transação, a Metalogalva – que prevê em 2020 faturar 150 milhões de euros em termos consolidados – vê reforçada a sua presença internacional, estando, atualmente, presente em 14 países: Espanha, França, Itália, Polónia, Alemanha, Bélgica, Reino Unido, Argélia, Ucrânia, Senegal, Canadá, Moçambique, Brasil e Arábia Saudita, onde há dois anos montou uma fábrica de estruturas metálicas para projetos de energias renováveis”, refere a firma em comunicado.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

TELLES assessora Metalogalva na compra da Petitjean

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião