Amazon estende teletrabalho até ao verão de 2021

Devido à progressão da pandemia nos EUA, a gigante do comércio eletrónico decidiu autorizar o trabalho remoto até junho de 2021, para as funções que assim o permitam.

A Amazon autorizou esta semana os trabalhadores a permanecer em trabalho remoto até 30 de junho de 2021, avança a CNBC (acesso livre, conteúdo em inglês). De acordo com a empresa, esta decisão tem como objetivo salvaguardar a saúde e a segurança dos trabalhadores, face ao aumento de casos de Covid-19 nos EUA.

Em julho, a Amazon já tinha anunciado a extensão do período em trabalho remoto até janeiro do próximo ano.

A decisão da gigante norte-americana do comércio eletrónico segue a tendência de outras grandes empresas como a Google, o Facebook, a Uber, que decidiram adiar o regresso aos escritórios para 2021. Já o Twitter, foi das primeiras empresas do mundo a permitir o teletrabalho definitivo.

 

A mais recente foi a Microsoft, que anunciou o teletrabalho permanente no pós-pandemia, desde que os trabalhadores tenham a aprovação dos seus superiores e as funções assim o permitam.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Amazon estende teletrabalho até ao verão de 2021

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião