Juros de mora por dívidas ao Estado descem pelo nono ano consecutivo

Os juros de mora por dívidas ao Estado foram fixados nos 4,705% pelo IGCP. É o nono ano consecutivo de redução desta taxa.

Os juros de aplicáveis às dívidas ao Estado e a outras entidades públicas baixam este ano, para os 4,705%, de acordo com um aviso publicado esta quinta-feira, 7 de janeiro, em Diário da República. É já o nono ano consecutivo em que tal acontece.

O aviso assinado pelo vogal do Conselho de Administração da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública – IGCP, António Pontes Correia, estabelece que esta taxa de 4,705% passa a ser “aplicável desde o dia 1 de janeiro de 2021, inclusive“. Em 2020, o valor foi fixado nos 4,786%, voltando assim a descer este ano.

Esta taxa de juro, aplicada em contexto de atrasos no pagamento (mora) de dívidas ao setor público, foi de 7,007% em 2012. Desde então, os valores têm vindo sempre a descer: 6,112% em 2013, 5,535% em 2014, 5,476% em 2015, 5,168% em 2016, 4,966% em 2017, 4,857% em 2018, 4,825% em 2019 e 4,786% no ano passado, passando para 4,705% este ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Juros de mora por dívidas ao Estado descem pelo nono ano consecutivo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião