Quatro dicas para trabalhar melhor com equipas remotas, segundo o Google Workspace

O Google Workspace desenvolveu um conjunto dicas que prometem ajudar as equipas de trabalho a "colaborar mais rápido" e de uma forma "bastante intuitiva", a partir de qualquer lugar.

Equipas remotas trazem novos desafios. É preciso adaptar processos, adotar novas ferramentas e comunicar de uma forma diferente, num espaço virtual. Para ajudar a superar estes desafios, pelos quais a generalidade das empresas está a passar, devido à pandemia mundial, o Google Workspace desenvolveu um conjunto dicas que prometem ajudar as equipas de trabalho a “colaborar mais rápido” e de uma forma “bastante intuitiva”, a partir de qualquer lugar.

Conheça as quatro dicas do Google Workspace e confira se já as está a aplicar na gestão de equipas que faz no seu dia a dia no trabalho:

1. Mantenha a organização

Se precisa de partilhar a mesma informação com todos os membros de equipa que, agora, se encontram dispersos por todo o país, ou até pelo mundo, comece criar uma lista de e-mails para a sua equipa. Esta é a regra número um e que serve caso esteja em teletrabalho ou no escritório. “Em vez de enviar um e-mail para cada pessoa, utilize o endereço do grupo para comunicar atualizações de status e partilhar recursos, como calendários de equipa e documentos, com todos de uma só vez”, explica o Google Workspace em comunicado.

Os calendários de equipa são particularmente importantes quando uma equipa está espalhada pelo mundo e a trabalhar em diferentes fusos horários.

2. Facilite o trabalho com salas específicas para equipas ou projetos

“Incentive os membros da equipe que não trabalham no mesmo local a permanecer conectados” criando, por exemplo, uma grupo de chat. Desta forma, todos poderão comunicar, partilhar ideias sobre projetos, trocar opiniões sobre práticas recomendadas e esclarecer dúvidas. Além disso, é uma forma de fortalecer o senso de comunidade.

3. Realize videochamadas e eventos remotos

Com as equipas de trabalho espalhadas pelo mundo ou em teletrabalho, as videochamadas já fazem parte da rotina da maioria das empresas. Servem para trocar ideias, delegar trabalho, trabalhar em projetos coletivos, mas também podem ser o “palco” de eventos virtuais.

4. Permita armazenar, partilhar e aceder a recursos da equipa em qualquer lugar do mundo

Se já fazia sentido quando as equipas estavam, maioritariamente, nos escritórios, a partilha de documentos tornou-se fundamental neste modelo de trabalho remoto. Guardar todos os arquivos numa pasta partilhada com as equipas e permitir que os documentos estejam disponíveis para qualquer colaborador aceder a qualquer momento, em qualquer dispositivo e a partir de qualquer parte do mundo é outra das regras básicas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Quatro dicas para trabalhar melhor com equipas remotas, segundo o Google Workspace

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião