Twitter Spaces chega a mais utilizadores e permitirá venda de bilhetes

Todos os utilizadores do Twitter com mais de 600 seguidores podem agora promover conversas de áudio em tempo real no Spaces. A rede social também vai permitir a venda de bilhetes.

O Twitter Spaces vai chegar a mais utilizadores. A rede social decidiu disponibilizar a funcionalidade de conversas por voz em tempo real a todas as contas com mais de 600 seguidores, tanto no iOS como no Android.

Até ao momento, o Spaces só estava disponível para alguns utilizadores com audiências maiores, escolhidos arbitrariamente pelo Twitter. Mas a empresa considera agora que, a partir dos 600 seguidores, a dimensão da audiência potencial é suficiente para que se tenha uma boa experiência de conversa na plataforma.

A empresa liderada por Jack Dorsey tem vindo a fazer testes para afinar aquela que é já a principal plataforma concorrente do Clubhouse, a aplicação que popularizou este formato de conversas no início deste ano, e que tem o fundo de capital de risco Andreessen Horowitz entre os principais acionistas.

No entanto, as duas empresas também têm seguido alguns caminhos diferentes. Enquanto o Clubhouse, outra aplicação de conversas por voz, permite agora que os ouvintes façam donativos para apoiarem os criadores de conteúdo, o Twitter anunciou que vai permitir a venda de bilhetes para as salas onde se realizam estas conversas.

O objetivo é que os promotores de um Spaces possam criar salas com acesso exclusivo para os utilizadores que tenham adquirido um bilhete eletrónico. “Os promotores empenham muito tempo e esforço na criação de espaços para conversação, conexão e divertimento. Agora, vamos trabalhar numa forma de serem recompensados pelas experiências que criam ao obterem apoio monetário”, explica o Twitter em comunicado.

Uma imagem partilhada pelo Twitter mostra a experiência de compra de um bilhete para uma sala no Spaces.Twitter

Segundo a empresa, os promotores de Spaces exclusivos terão a possibilidade de definir os preços e a quantidade de bilhetes disponíveis para venda. Este formato ainda está a ser desenvolvido e, nos próximos meses, um “grupo limitado” de utilizadores do Twitter vão ter acesso pago. Mas o Twitter não explica, na referida nota, se cobra ou não uma comissão pelo serviço.

Não são as únicas novidades na calha do Twitter Spaces. A rede social vai permitir que os utilizadores definam lembretes para não perderem as conversas por esquecimento. Tal como no Clubhouse, as conversas no Spaces ocorrem em tempo real e, teoricamente, não são gravadas, imprimindo uma maior informalidade na discussão.

Por fim, o Twitter vai permitir também a criação de Spaces com vários promotores (ou “apresentadores”) e melhorar a acessibilidade para surdos. Além disso, os Spaces vão ter mais visibilidade no feed do Twitter: se um utilizador publicar uma mensagem enquanto está em direto, os restantes verão um aura azul em torno da sua foto de perfil, permitindo o acesso instantâneo na sala.

O Twitter não é a única rede social a desenvolver um serviço para concorrer com o Clubhouse. No mês passado, o Facebook confirmou os rumores de que também está a desenvolver ferramentas de áudio, incluindo uma forma de os utilizadores promoverem conversas de áudio em tempo real, designada por Live Audio Rooms.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Twitter Spaces chega a mais utilizadores e permitirá venda de bilhetes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião