BCP ganha 3% e leva Lisboa a contrariar quedas da Europa

Depois de o anúncio de que está a preparar uma emissão de dívida sustentável, o BCP está a valorizar mais de 3%. Lisboa está no "verde", contrariando a tendência europeia.

O BCP está a brilhar na bolsa nacional. O banco liderado por Miguel Maya valoriza mais de 3%, puxando pelo índice nacional. Também a Galp Energia está a contribuir para o bom desempenho da praça portuguesa, enquanto no “vermelho” a família EDP está em destaque.

O índice de referência na praça nacional, o PSI-20, está a subir 0,41% para 5.472,40 pontos. Lisboa contraria a tendência registada, esta terça-feira, nas demais bolsas do Velho Continente, com o Stoxx 600 a cair 0,5% para 460,98 pontos, o francês CAC 40 a perder 0,29% para 6.631,57 pontos e o alemão DAX a desvalorizar 0,34% para 15.521,61 pontos.

Por cá, é o BCP que está a liderar os ganhos, esta terça-feira. Os títulos do banco avançam 3,38% para 0,1498 euros. O BCP está a preparar uma emissão de dívida sustentável, tendo o banco liderado por Miguel Maya já contratado seis bancos de investimento para fazer o contacto com os investidores na Europa.

Também no “verde”, está a Galp Energia, cujas ações sobem 1,64% para 9,420 euros. Isto num dia em que, em Londres, o Brent está a valorizar também mais de 1%, superando a fasquia dos 80 dólares pela primeira vez em três anos.

No retalho, os títulos da Sonae somam 0,61% para 0,9140 euros e os da Jerónimo Martins valorizam 0,2% para 17,66 euros. Ainda em “terreno positivo”, as ações da Corticeira Amorim sobem 0,87% para 11,66 euros e as da Navigator avançam 0,66% para 3,042 euros.

Já a GreenVolt arrancou a sessão a protagonizar as maiores perdas, mas, entretanto, passou a estar estacionada na linha de água. No “vermelho”, destaca-se agora a família EDP. Os títulos da casa-mãe recuam 0,3% para 4,637 euros e os da EDP Renováveis caem 0,46% para 21,7 euros. O dia também está a ser de perdas para a Altri, cujas ações desvalorizam 0,27% para 5,515 euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCP ganha 3% e leva Lisboa a contrariar quedas da Europa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião