Ações do Benfica sobem mais de 3,5%

  • ECO
  • 28 Dezembro 2021

Encarnados estão na iminência de ver sair o técnico Jorge Jesus na sequência de maus resultados e problemas no balneário.

As ações do Benfica têm andado num autêntico carrossel nos últimos dias, um pouco à imagem daquilo que se tem passado com a principal equipa de futebol. Depois de resultados menos favoráveis, Jorge Jesus está na porta de saída do comando técnico dos encarnados. A imprensa desportiva dá conta de problemas no balneário entre treinador e alguns jogadores.

Na bolsa, ainda assim, a sessão desta terça-feira está a ser positiva: os títulos da SAD do Benfica avançam 3,51% para 4,72 euros, a cotação mais elevada desde 22 de dezembro.

É um título com baixa liquidez, o que faz com que apresente oscilações de preço mais pronunciadas. Mais de mil ações trocaram de mãos em cerca de duas horas de negociação em Lisboa, abaixo da média diária de 6.000 papéis dos últimos três meses.

Este desempenho surge no dia em que o clube deverá anunciar a saída de Jesus, depois de ano e meio no comando técnico da equipa principal de futebol. Para este desfecho terá contribuído a época aquém do esperado (depois de a temporada passada ter também defraudado as expectativas), com o Benfica em terceiro lugar na Liga Bwin, a quatro pontos dos líderes, e já arredado da Taça de Portugal depois da derrota na passada quinta-feira contra o FC Porto, por 3-0.

Os encarnados têm novo encontro agendado com os portistas nesta quinta-feira, desta vez a contar para a 16.ª jornada do campeonato. Nova derrota poderá complicar ainda mais as aspirações do Benfica na conquista do título de campeão nacional.

Além disso, a relação de Jorge Jesus com os jogadores também terá azedado nos últimos, como dá conta a imprensa desportiva. O jornal Record fala em “motim” no balneário, depois de o técnico ter afastado o jogador Pizzi dos treinos com a equipa principal, o que motivou uma reação em bloco dos colegas contra a decisão, obrigando a reintegração do médio.

(Notícia atualizada às 10h44)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ações do Benfica sobem mais de 3,5%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião