Garrigues assessorou a Aernnova em operação de 151 milhões de euros

A equipa da Garrigues foi liderada pelos sócios Susana Pimenta de Sousa e Ricardo Villanueva Vielba e pelo associado principal Pedro Lemos Carvalho.

A sociedade de advogados Garrigues assessorou a Aernnova na operação de compra à Embraer das suas fábricas em Évora, operadas pela Embraer Portugal Estruturas Metálicas e Embraer Portugal Estruturas em Compósitos. A operação está avaliada em cerca de 151 milhões de euros.

A equipa da Garrigues foi liderada pelos sócios Susana Pimenta de Sousa (Garrigues Lisboa) e Ricardo Villanueva Vielba (Garrigues Bilbau) e pelo associado principal Pedro Lemos Carvalho (Garrigues Lisboa), tendo contado igualmente com a participação dos associados Mariana Velosa e Ferreira (Garrigues Lisboa) e Guillermo Arbulu (Garrigues Bilbau) e outros profissionais das distintas áreas de prática envolvidas no projeto.

A Embraer Metálicas e a Embraer Compósitos têm, respetivamente, 37.100 e 31.800 metros quadrados, e juntas empregam cerca de 500 pessoas. As duas unidades combinam tecnologias avançadas no fabrico de aeroestruturas metálicas e de compósitos com um elevado nível de digitalização e automação dos processos produtivos. Ambas produzem componentes para asas e estabilizadores verticais e horizontais para programas aeronáuticos da Embraer, entre outros e receberam 34,65 milhões de euros em incentivos do Portugal 2020.

Com esta parceria, a Aernnova assumirá a operação das fábricas em Évora e, ao mesmo tempo, assegurará o fornecimento para a produção de aeronaves Embraer, aumentando a previsão de receitas de longo prazo dos espanhóis, que se estima em mais cerca de 170 milhões de dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Garrigues assessorou a Aernnova em operação de 151 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião