Morais Leitão assessora acionistas da Prodsmart na sua venda à Autodesk

A equipa da Morais Leitão foi liderada pelo sócio e coordenador da Team Genesis Luís Roquette Geraldes e pela advogada sénior Isabel Carneiro Kahlen.

A sociedade de advogados Morais Leitão assessorou os acionistas e os membros da administração da Prodsmart, S.A. na venda da totalidade do capital social desta à Autodesk, Inc.

A equipa da Morais Leitão foi liderada pelo sócio e coordenador da Team Genesis Luís Roquette Geraldes e pela advogada sénior Isabel Carneiro Kahlen. A equipa incluiu ainda o associado Tomás Jonet, as estagiárias Sofia Araújo Matias e Inês Espírito Santo da equipa de M&A, a advogada sénior da equipa de fiscal Maria Gouveia, a associada coordenadora de tech transactions Nicole Fortunato e a associada principal da equipa de laboral Inês Cabral Ferreira.

A Hogan Lovells representou a Autodesk e a equipa foi liderada pelo sócio de M&A Keith Flaum que, no passado, foi responsável por liderar o aconselhamento da Meta (ex-Facebook) na compra do WhatsApp.

Estas operações são a razão pela qual a Morais Leitão criou a Team Genesis há cerca de dez anos. Este é mais um exit de um cliente que a Team Genesis acompanha desde a primeira ronda de investimento e uma demonstração clara da experiência que a Morais Leitão vem acumulando há já muitos anos em operações de desinvestimento (exits) de empresas de alto crescimento (high growth companies) nas áreas de tecnologia e das ciências da vida”, refere a firma.

A Prodsmart desenvolveu um sistema de informação que recolhe, analisa e disponibiliza, em tempo real, dados de fábricas para obter relatórios e análises sobre o seu desempenho, o que permite a automatização e digitalização do chão de fábrica destas empresas, melhorando assim a sua eficiência e produtividade. Esta tecnologia dá aos gestores de produção uma visão global de todo o processo desde o momento da encomenda até à expedição.

A Autodesk, Inc. opera no setor Software as a Service e está cotada no NASDAQ. Tem uma capitalização bolsista superior a USD 50 mil milhões e mais de 11 mil empregados.

“Os founders da Prodsmart e a Autodesk partilham a mesma visão, pretendendo dar aos seus clientes a capacidade de trabalhar de forma mais produtiva através de meios tecnológicos. O software da Prodsmart vem complementar de forma essencial a tecnologia da Autodesk através da digitalização e conectividade do chão de fábrica com dados centralizados, permitindo que os seus clientes otimizem a produção e estabeleçam um fluxo de trabalho verdadeiramente colaborativo e abrangente. Face ao exposto, esta operação criará sinergias significativas para a Autodesk”, refere a firma.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Morais Leitão assessora acionistas da Prodsmart na sua venda à Autodesk

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião