Entrevista a Manuel Santos Vítor. Edição de março da Advocatus

Na Advocatus de março pode ler a entrevista ao sócio da Abreu e especiais sobre a comunicação dos escritórios, uma possível adoção da semana de 4 dias de trabalho e ainda um especial OE22.

Manuel Santos Vítor é sócio da Abreu Advogados, co-coordenador da área de corporate e M&A e do projeto internacional e, desde há alguns meses, integra o Conselho de Administração do escritório. Esteve envolvido num número significativo de transações em M&A efetuadas nas últimas décadas em Portugal e presta regularmente apoio corporate (comercial e societário) a grupos empresariais, nacionais e estrangeiros, em vários setores de atividade, incluindo corporate governance, empresas familiares, reorganizações e restruturações de empresas.

Em entrevista à Advocatus, garante que há espaço para consolidação da banca e há espaço para bancos e entidades financeiras especializadas e dedicadas a determinados setores. Acrescentou que “precisamos de uma banca resiliente, robusta, com bons resultados e fortemente empenhada em apoiar a nossa economia“. O advogado sublinha que a falta de definição e de liderança política não são boas notícias em nenhuma economia.

Manuel Santos Vítor, partner da Abreu Advogados, em entrevista ao ECO/Advocatus - 22FEV22

Gostava de passar a ter uma semana de trabalho de quatro dias e sem corte salarial? Este é um modelo que começa a ganhar adeptos pelo mundo. Em Portugal são poucas as empresas que testaram até ao momento a redução do horário laboral, havendo ainda muitos receios associados a esta mudança. A Advocatus foi tentar perceber junto dos escritórios de advogados o que pensam deste modelo laboral e se pretendem implementar, nem que seja experimentalmente, nas firmas.

A área da comunicação e marketing cresceu nos escritórios de advogados. A profissionalização instalou-se e, com ela, um aumento do investimento nesta área. A reputação está no centro das preocupações das firmas na hora de comunicar, sendo para uns uma consequência das ações e para outros o objetivo principal. Leia o especial sobre a comunicação nos escritórios de advogados.

Rui Costa Pereira, Senior Associate na VdA Vieira de Almeida, em entrevista ao ECO/Advocatus - 26JAN22
Rui Costa Pereira, Senior Associate na VdA Vieira de Almeida, em entrevista ao ECO/Advocatus – 26JAN22Hugo Amaral/ECO

Rui Costa Pereira é o advogado do mês desta edição. O advogado associado da Vieira de Almeida que, junto com João Medeiros e Inês Almeida Costa, abraça alguns dos processos mais mediáticos da Justiça portuguesa, defende que a formação do CEJ deveria ser revista, que os juízes ganham demasiado mal e sublinha que quem defende que Rui Pinto como um ‘herói nacional’ é por “ignorância” e “modismo”. Diz que a impunidade é um problema transversal às magistraturas, mas também à advocacia, “defendendo que há demasiada brandura” no exercício da ação disciplinar de todas as profissões forenses, incluindo advogados.

Rogério Fernandes Ferreira, sócio e fundador da RFF & Associados, esteve à conversa com a Advocatus e fez um balanço sobre os 10 anos de atividade do escritório de tax, que mudou em janeiro de instalações. O advogado referiu que está a aguardar por parecer do Conselho Regional da OA para poderem passar a contar com a colaboração de uma consultora “muito reputada”. Apontou que o fisco vai tornar-se mais agressivo, uma vez que estamos em período pós-pandémico e que serão “necessárias mais receitas”. Descubra todos os pormenores na rubrica sociedade do mês.

RFF Advogados - 16FEV22
Escritório da RFFHugo Amaral/ECO

Com um novo Governo eleito, com maioria absoluta do Partido Socialista, avizinha-se que o Orçamento de Estado para 2022 seja o mesmo que António Costa tentou aprovar no final do ano passado, mas sem sucesso, o que acabou a levar às eleições antecipadas. A Advocatus falou com dez advogados fiscalistas que partilharam qual deverão ser as quatro medidas prioritárias que devem estar inscritas no Orçamento de Estado.

Assine a revista Advocatus aqui.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Entrevista a Manuel Santos Vítor. Edição de março da Advocatus

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião