Já foram assinados 2.542 contratos de trabalho com refugiados ucranianos em Portugal

Secretária de Estado adiantou que foi possível disponibilizar "4.400 lugares em ATL e 6.300 lugares em creche" para as crianças ucranianas.

A mais recente atualização dos refugiados ucranianos que encontraram emprego em Portugal dá conta de que já foram assinados 2.542 contratos de trabalho assinados com cidadãos ucranianos, segundo avançou a secretária de Estado da Inclusão, Ana Sofia Antunes.

O último balanço, de 27 de abril, indicava que 1.400 refugiados ucranianos já tinham contrato de trabalho em Portugal. Agora, os dados mais atualizados indicam que há “2.542 contratos de trabalho assinados com cidadãos ucranianos refugiados em Portugal”, segundo revelou a secretária de Estado esta sexta-feira, na audição no âmbito do Orçamento do Estado.

Desta forma, celebraram-se aproximadamente mil contratos em duas semanas. Nesse balanço, no final de abril, a ministra do Trabalho tinha também sinalizado que existiam cerca de 29 mil ofertas de trabalho espalhadas pelo país para estes cidadãos.

A secretária de Estado da Inclusão, questionada pelos deputados sobre o apoio que tem sido dado aos refugiados ucranianos, disse não ter números em concreto sobre o acolhimento de crianças, mas “com a portaria de alargamento das vagas tivemos capacidade para 4.400 lugares em ATL e 6.300 lugares em creche”.

Ana Sofia Antunes destaca que estas medidas têm uma “natureza transitória”, tendo em conta a situação que se vive atualmente com a invasão russa da Ucrânia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Já foram assinados 2.542 contratos de trabalho com refugiados ucranianos em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião