“O País precisa de um governo razoável, equilibrado e sem extremismos”, diz Diogo Xavier da Cunhapremium

O managing partner da Miranda defende que os níveis de fiscalidade e a abordagem protecionista ao mercado de trabalho são “entraves a um tecido empresarial com mais capacidade de enfrentar crises".

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos