A eletricidade baixou até aos 7 euros – graças às renováveis!

  • Pedro Amaral Jorge
  • 11 Abril 2022

Viver sem o gás natural é possível se continuarmos a apostar nas renováveis e impulsionarmos os gases renováveis, como o H2.

Na passada sexta-feira a eletricidade baixou de forma significativa e durante a tarde chegou mesmo a descer até aos 7 euros por megawatt hora (€/MWh). Isto só foi possível graças às renováveis, nomeadamente eólica e solar.

Segundo dados do Operador do Mercado Ibérico de Eletricidade (OMIE), o preço médio no dia 8 de abril fixou-se nos 154,70 €/MWh. Trata-se do valor mais baixo desde que teve início a invasão da Ucrânia pela Rússia, muito longe dos 230 €/MWh que têm sido registados ultimamente.

Esta queda abrupta de preço será impulsionada pelo forte aumento da geração renovável, especialmente eólica que, aliada à produção de energia solar fotovoltaica, fará os preços da eletricidade cair durante várias horas do dia.

Os preços desceram até aos 20€/MWh, chegando a atingir os 7€/MWh durante duas horas. Subiram depois ligeiramente até aos 14€/MWh, o que ainda assim é um valor mínimo, face ao preço da eletricidade que tem sido registado nas últimas semanas no mercado ibérico de eletricidade.

O vento, associado ao sol, criará as condições perfeitas para um incremento exponencial da geração de eletricidade de origem renovável. A produção renovável dará resposta à procura fazendo baixar o preço da eletricidade em muitas horas do dia colocando de lado o gás natural, que tem atingindo máximos históricos fazendo o preço da eletricidade disparar o mercado grossista.

Segundo dados do Operador do Mercado Ibérico de Eletricidade, seria necessário recuar até 19 de fevereiro, altura em que se registaram 137€/MWh, para encontrar um preço mais baixo.

O preço máximo voltou cerca das 22h00 com os valores a atingirem 252€/MWh. A essa hora foi necessário voltar a queimar mais gás para produzir eletricidade suficiente para suprir a procura, o que fará disparar novamente os valores.

Se o aumento da geração de eletricidade a partir da energia eólica, aliada ao solar, pode fazer cair assim o preço da eletricidade, o que conseguirá então fazer-se quando o hidrogénio verde, despachável, for integrado na equação?

Viver sem o gás natural é possível se continuarmos a apostar nas renováveis e impulsionarmos os gases renováveis, como o H2. O futuro é verde e com preços de eletricidade que podem ser mais acessíveis para as famílias e para as empresas.

  • Pedro Amaral Jorge
  • Presidente da APREN

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

A eletricidade baixou até aos 7 euros – graças às renováveis!

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião