Crescimento económico: “Quem os viu e quem os vê”

A afirmação é do deputado do PSD Luís Campos Ferreira que iniciou o debate sobre investimento e crescimento económico. O ataque é direto para o governo apoiado pelo PCP e BE.

“O único resultado que os mobiliza é o défice”, acusa Luís Campos Ferreira. E continua: “Mataram o investimento privado e público em Portugal”, afirmou no debate “Captação de Investimento e Crescimento Económico” esta quarta-feira de tarde. O deputado do PSD diz que os investidores “têm medo”.

“O vosso falhanço política tem consequências na vida das pessoas”, avisa Luís Campos Ferreira no discurso inicial do PSD. Para a oposição “falhou a estratégia de esperar que fosse o consumo das famílias a ‘puxar’ pelo crescimento económico”.

O Ministro da Economia defendeu-se com a revisão em alta do INE ao crescimento do PIB no segundo trimestre. Manuel Caldeira Cabral argumentou com a tendência positiva do turismo e dos números do emprego, com a criação de 89 mil postos de trabalho. “A economia portuguesa está a crescer e queremos que cresça ainda mais”, afirmou.

Caldeira Cabral diz que o investimento estrangeiro aumentou em todos os setores, exceto nas telecomunicações. “A enorme procura de fundos estruturais é também positivo”, argumentou. No entanto, admitiu que o investimento público caiu porque “demora tempo”. A terminar, o Ministro da Economia deixou um exemplo de investimento público no futuro: 100 milhões para eficiência energética na Administração Pública.

O debate de urgência sobre “Captação de Investimento e Crescimento Económico” foi requerido pelo grupo parlamentar do PSD. Está presente o Ministro da Economia Manuel Caldeira Cabral para responder às questões dos deputados. Presente está também Pedro Nuno Santos, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares.

Todos os avanço não passam de conjunturais, ou serão estruturais mas num prazo muito longo, se não houver crescimento económico

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República

intervenção no 26º congresso da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações

O Presidente da República tem deixado vários avisos ao executivo a cerca de duas semanas da apresentação do Orçamento do Estado para 2017. “2017 não pode ser igual a 2011”, avisou Marcelo Rebelo de Sousa esta terça-feira na III Cimeira do Turismo Português.

 

Como está o crescimento económico?

 

Como está o investimento privado?

Números brutos da Formação Brutal de Capital Fixo divulgados pelo INE a 31 de agosto de 2016.
Números brutos da Formação Brutal de Capital Fixo divulgados pelo INE a 31 de agosto de 2016.

 

Editado por Mariana de Araújo Barbosa

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Crescimento económico: “Quem os viu e quem os vê”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião