Entrada da Fosun é “claramente positiva” para o BCP

O Goldman Sachs aplaude a entrada da empresa chinesa no capital do banco português. Diz que o reforço vai puxar pelo rácio de capital do BCP, mas alerta que este é ainda inferior ao do setor.

O Goldman Sachs vê com bons olhos a entrada da Fosun no capital do BCP. É “claramente positiva”, diz, salientando o impacto que este reforço tem nos rácios da instituição liderada por Nuno Amado, embora alerte que o banco português está em desvantagem face aos pares europeus.

O aumento de capital a realizar para a entrada da Fosun deverá ter um impacto de 50 pontos base no rácio de capital do banco, nota o Goldman Sachs, num research citado pela Bloomberg. “Ainda assim, face aos pares, o rácio do BCP continua abaixo da média”, alerta.

O banco de investimento norte-americano nota que a Fosun, que comprou 16,7% por 175 milhões de euros, reafirmou o “forte interesse” no subsequente aumento até aos 30%, assim que o fim ao limite dos direitos de voto seja aprovado.

Caso haja esse levantamento do limite aos direitos de voto, como é esperado, o Goldman Sachs diz que abrir-se-á a porta para um novo aumento de capital que poderá permitir levar o rácio de capital do BCP para perto do dos pares, isto já excluindo os CoCo’s.

“Se o capital for utilizado para o BCP pagar os 750 milhões de euros de CoCo’s, um pagamento antecipado poderia representar um impacto positivo nas nossas estimativas para os resultados do banco em cerca de 9% em 2017“, remata o banco que tem a suas estimativas e preço-alvo para o BCP sob revisão.

Nota: A informação apresentada tem por base a nota emitida pelo banco de investimento, não constituindo uma qualquer recomendação por parte do ECO. Para efeitos de decisão de investimento, o leitor deve procurar junto do banco de investimento a nota na íntegra e consultar o seu intermediário financeiro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Entrada da Fosun é “claramente positiva” para o BCP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião