Sequestro: Avião líbio forçado a aterrar em Malta

Um avião líbio com 118 pessoas a bordo foi forçado a aterrar em Malta. Os sequestradores faziam exigências, mas já terão aceitado libertar todas as pessoas. Primeiros grupos já estão a sair.

O A320, de uma companhia aérea líbia, foi desviado para Malta com 118 pessoas a bordo.Steve Zammit Lupi/Times of Malta

Um avião líbio com 118 pessoas a bordo (82 homens, 28 mulheres e uma criança) foi forçado a aterrar em Malta, naquilo que se suspeita ser um caso de sequestro. O aparelho, um A320, pertence à companhia aérea líbia Afriqiyah Aiways e estaria a fazer a ligação entre Sebha a Tripoli, quando foi desviado para o Aeroporto Internacional de Malta, na região de Luqa.

Segundo informações da BBC, estavam envolvidos dois suspeitos que ameaçavam fazer explodir o avião, que entretanto já foram detidos, revelou o primeiro-ministro maltês. Os atacantes garantiam ter uma granada de mão na sua posse, refere o jornal local Times of Malta. Além disso, ter-se-ão assumido apoiantes de Muammar al-Gaddafi, o ditador líbio assassinado em 2011.

De acordo com o jornal local Malta Today, os sequestradores aceitaram libertar todas as pessoas a bordo. Informações anteriores indicavam que os atacantes estariam a fazer exigências às autoridades, estando dispostos a permitir que todos os passageiros abandonassem o avião, exceto os sete membros da tripulação. Ainda não se conhece que exigências estão em causa.

Um primeiro grupo de passageiros, composto por 24 mulheres e uma criança, já foi libertado, segundo informações do primeiro-ministro maltês, Joseph Muscat, no Twitter. Outro grupo de 25 pessoas também já está a ser evacuado.

Foi Muscat quem avançou primeiro a notícia, falando de um possível sequestro: “Fui informado de uma potencial situação de sequestro de um voo interno da Líbia, desviado para Malta. Operações de socorro e emergência estão prontas a atuar”, escreveu. É possível avistar militares e veículos das forças especiais no terreno.

Também a aterragem forçada já foi confirmada pelo Aeroporto Internacional de Malta, que fala de um “imprevisto” na atividade: “Equipas de emergência foram enviadas”, comunicou o aeroporto no Twitter. O aeroporto, o único na ilha de Malta, foi encerrado e todos os voos foram desviados para outros destinos.

Notícia em atualização. Última às 13h17.

Comentários ({{ total }})

Sequestro: Avião líbio forçado a aterrar em Malta

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião