Banco de Espanha reorganiza-se e reforça área de supervisão bancária

  • Lusa
  • 25 Abril 2017

Depois da investigação sobre a autorização dada para o banco público Bankia entrar em bolsa em 2011, o banco central reorganizou-se.

O conselho de administração do Banco de Espanha aprovou esta terça-feira a reorganização de três das suas direções-gerais, uma decisão que visa melhorar a coordenação entre os vários departamentos responsáveis pela supervisão bancária.

As alterações foram iniciadas em fevereiro último, depois de três responsáveis da instituição se terem demitido na sequência de uma investigação sobre a autorização dada para o banco público Bankia ser admitido na bolsa em 2011, contra a opinião dos técnicos do Banco de Espanha.

De acordo com um comunicado de imprensa, na direção-geral de Estabilidade Financeira e Resolução ficam agora agrupadas as funções relacionadas com a regulação financeira e com a participação do Banco de Espanha em diferentes organismos internacionais.

Na direção-geral de Supervisão é estabelecida a dependência direta dos quatro departamentos das operações de supervisão e cria-se o novo Departamento de Planificação e Análise, com o objetivo de “reforçar as funções transversais”.

Por último, a direção-geral auxiliar de Assuntos Internacionais passa para a direção-geral de Economia e Estatística.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Banco de Espanha reorganiza-se e reforça área de supervisão bancária

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião