Benfica dispara mais de 7% com tetra à vista

Ações do rival FC Porto, que ficou mais distante do título no fim de semana, também valorizam. Já o Sporting cede depois de falhar aproximação ao segundo lugar. Benfica no top-10 europeu na temporada.

Com o quarto título de campeão nacional à vista, o Benfica também soma pontos na bolsa. As ações da SAD encarnada estão a disparar na bolsa portuguesa para máximos de janeiro, numa altura em que falta apenas uma vitória à turma comandada por Rui Vitória para se sagrar vencedor da Liga portuguesa.

Os títulos do Benfica disparam esta segunda-feira 7,69% para 1,15 euros, o valor mais elevado desde 26 de janeiro. O clube da Luz venceu este domingo o Rio Ave por 1-0 e ficaram agora a uma vitória de voltar a conquistar o título de campeão português pelo quarto ano consecutivo, um feito inédito na história do clube.

As contas precipitaram-se a favor das águias depois do desaire do FC Porto na Madeira. No sábado, os dragões empataram a um golo com o Marítimo, tendo falhado os três pontos vitais na manutenção pela luta do título. Ainda assim, os títulos da SAD portista em bolsa também avançam, mas de forma menos acentuada: 1,61% para 0,63 euros.

Benfica avança com título à vista

Fonte: Bloomberg (valores em %)

Quanto ao Sporting, que terá ficado arredado do segundo lugar com a derrota caseira por 1-3 diante do Belenenses, as ações desvalorizam 1,59% para 0,62 euros.

Águias e dragões com destaque europeu

A edição 2016/2017 tem sido marcada pelo despique entre Benfica e FC Porto na Liga portuguesa. No campo da bolsa, esse despique também se mantém desde o dia 1 de julho. Desde esse dia, tanto águias e dragões acumulam valorizações acentuadas, desempenhos que permitem aos dois clubes nacionais posicionarem-se em zona de destaque no futebol do Velho Continente.

Enquanto a SAD portista acumula um ganho superior a 10%, a SAD encarnada valoriza 25% desde o início da época. Para o Benfica, trata-se do décimo melhor desempenho bolsista entre os clubes europeus que estão cotados em bolsa. No caso do FC Porto, a performance é a 14ª melhor europeia.

A liderar os ganhos está a Juventus, que acumula uma subida de 264% desde o início da temporada. A vecchia signora está a viver uma temporada de sonho. Está próxima de revalidar o scudetto em Itália, seguindo com 85 pontos na Serie A, mais sete pontos do que o segundo classificado, a AS Roma. Além disso, aproximou-se de forma decisiva da final da Liga dos Campeões, após derrotar o Mónaco, em França, por 2-0.

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Benfica dispara mais de 7% com tetra à vista

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião