Sonae Capital compra Adira com apoio da Cuatrecasas

  • ECO
  • 19 Junho 2017

A Adira, uma empresa de moldagem de metal, foi comprada pela Sonae Capital. A operação, avaliada em nove milhões, contou com a assessoria da Cuatrecasas. Falta apenas a luz verde das autoridades.

A Cuatrecasas prestou assessoria à Adira na venda da empresa de moldagem de metal à Sonae Capital. A operação levada a cabo pela empresa liderada por Cláudia Azevedo está avaliada em nove milhões de euros, mas o valor final irá variar em função do desempenho da empresa nos próximos anos. Para esta venda se concretizar, fica ainda a faltar a luz verde da Autoridade da Concorrência.

“A venda da empresa de moldagem de metal Adira e da sua participada Guimadira à Sonae Capital, cujo contrato foi assinado no passado dia 9, contou com a assessoria jurídica da Cuatrecasas”, revela a firma de advogados num comunicado enviado às redações. “O acordo, no valor de mais de nove milhões de euros, prevê uma componente variável e diferida em função do desempenho da empresa nos próximos quatro anos”, acrescenta.

"A venda da empresa de moldagem de metal Adira e da sua participada Guimadira à Sonae Capital, cujo contrato foi assinado no passado dia 9, contou com a assessoria jurídica da Cuatrecasas.”

Cuatrecasas

“Com esta aquisição, e com o desenvolvimento de cada uma das áreas de negócio já existentes, o Grupo Sonae Capital prossegue a trajetória de concretização do seu propósito estratégico e posiciona-se como um veículo privilegiado de criação de valor, com base no desenvolvimento e alavancagem das vantagens competitivas portuguesas”, de acordo com o comunicado enviado ao regulador do mercado no passado dia 9.

A Cuatrecasas avança ainda que a “concretização da operação está a aguardar decisão da Autoridade da Concorrência”.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Sonae Capital compra Adira com apoio da Cuatrecasas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião