Pharol tem três novos administradores incluindo Nelson Tanure

  • Marta Santos Silva
  • 30 Junho 2017

O Conselho de Administradores da Pharol escolheu três novos membros, incluindo o empresário que, no ano passado, convocou uma assembleia da Oi para destituir administradores ligados a Portugal.

A Pharol tem três novos administradores, escolhidos por cooptação, que serão ratificados na próxima Assembleia Geral de Acionistas: são eles Jorge Santiago Neves, Thomas Cornelius Azevedo Reichenheim e Nelson Tanure, de acordo com um comunicado enviado à Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários (CMVM).

Os três administradores foram escolhidos para completar o mandato em curso do Conselho de Administração, ou seja, até ao final de 2017.

O empresário brasileiro Nelson Tanure, que criou um fundo de investimento acionista da Oi, a Société Mondiale Fundo de Investimento, requereu no ano passado uma assembleia extraordinária da Oi, operadora brasileira que é a maior acionista da Pharol, para destituir os administradores ligados a Portugal.

O Jornal de Negócios assinala que Nelson Tanure tem vindo a reforçar a sua posição na Pharol nos últimos meses, e que a posição que detinha a 29 de maio era de 2%, através do Discovery Capital Management.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pharol tem três novos administradores incluindo Nelson Tanure

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião