Após venda da Unitel, Oi deposita garantia de 34 milhões em benefício da Pharol

A Oi depositou mais de 34 milhões de euros numa conta em favor da Pharol. O objetivo é garantir a Pharol "em caso de eventual condenação em contingências tributárias".

A Oi depositou mais de 34 milhões de euros como garantia à Pharol PHR 2,86% no caso de “eventual condenação em contingências tributárias da responsabilidade” da operadora brasileira. A informação foi comunicada pela Pharol à CMVM.

“A Oi, através da PT Participações SGPS, efetuou um depósito em conta garantia no montante de 34.340.803,32 euros, destinados a garantir a Pharol em caso de eventual condenação em contingências tributárias da responsabilidade da Oi”, lê-se na nota enviada ao regulador.

Esta garantia surge na sequência da venda pela Oi da sua participação de 25% na angolana Unitel à petrolífera estatal Sonangol. A venda vai render um total de mil milhões de dólares (cerca de 900 milhões de euros) à operadora brasileira.

O depósito estava previsto no Instrumento Particular de Transação e Outras Avenças. O documento foi “celebrado entre a Pharol e a Oi no dia 9 de janeiro de 2019”, recorda a antiga holding da Portugal Telecom. Através da Bratel, a Pharol controla 4,94% da Oi.

Evolução das ações da Pharol na bolsa de Lisboa

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Após venda da Unitel, Oi deposita garantia de 34 milhões em benefício da Pharol

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião