QE: BCE pode reduzir compras mensais de ativos em metade a partir de janeiro

A agência Bloomberg avançou que a instituição liderada por Mario Draghi estará a discutir um corte, em pelo menos metade, das compras mensais de ativos já a partir de janeiro.

Cortar as compras mensais de ativos em pelo menos metade já a partir de janeiro e manter o programa ativo por, no mínimo, nove meses. Estas são medidas que estarão a ser consideradas pelo Banco Central Europeu (BCE) em matéria de quantitative easing (QE), de acordo com “fontes próximas da discussão” citadas esta sexta-feira pela Bloomberg.

Em cima da mesa estará a intenção de reduzir as compras mensais de dívida dos atuais 60 mil milhões de euros para 30 mil milhões de euros, indica a agência. Além do mais — e apesar de não haver acordo sobre quando deve terminar o programa de estímulos –, haverá um compromisso de manter as compras até setembro de 2018, com a possibilidade de estender o prazo se isso se mostrar necessário.

A data de 26 de outubro estará, também, quase fechada como o dia em que os oficiais do banco central deverão definir quanta dívida deverá ser comprada no ano que vem. O crescimento económico robusto da Zona Euro tem sido interpretado por alguns oficiais como um sinal no sentido do abrandamento dos estímulos, mas ainda existem preocupações de que o nível da inflação ainda esteja demasiado baixo.

Face à notícia, o euro avançava 0,2% face ao dólar na manhã desta sexta-feira, com cada unidade a comprar 1,1839 dólares.

(Notícia atualizada pela última vez às 9h04)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

QE: BCE pode reduzir compras mensais de ativos em metade a partir de janeiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião