Serra Lopes Cortes Martins em debate sobre Turismo

A Serra Lopes Cortes Martins apoia o ‘Seminário sobre Reabilitação Urbana, Habitação e Turismo’, que ocorre no dia 16 de fevereiro e conta com a participação do sócio Gonçalo Reino Pires.

A Serra Lopes Cortes Martins Advogados apoia a organização do ‘Seminário sobre Reabilitação Urbana, Habitação e Turismo’, que ocorre no dia 16 de fevereiro, a partir das 9.30 e até às 17.30, e que conta com a participação de Gonçalo Reino Pires, que falará sobre renovação, reestruturação e regularização de empreendimentos turísticos.

Este seminário – que pretende promover uma reflexão alargada sobre a relevância urbanística da atividade turística – será aberto por Ana Pinho, Secretária de Estado da Habitação e encerrado por Ana Mendes Godinho, Secretária de Estado do Turismo.

O objetivo desta reflexão é “contribuir para que o debate político sobre a reforma da legislação turística (no que respeita quer a empreendimentos turísticos convencionais, quer a alojamento local) não se circunscreva aos seus notórios impactos económicos positivos, mas que também tenha em conta a sua necessária articulação com o ordenamento do território, o urbanismo e o ambiente”, explica comunicado enviado pelo escritório à Advocatus.

Também Manuel Salgado, Vereador de Urbanismo da Câmara Municipal de Lisboa, Cláudio Monteiro, Juiz do Tribunal Constitucional e Professor na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, e Luís Araújo, Presidente do Turismo de Portugal, marcarão presença.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Serra Lopes Cortes Martins em debate sobre Turismo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião